Buscar

#99º de 777 ✅ (III) TRILOGIA ✡ SOFIA... Humus, Exo e Esotérica

Atualizado: 14 de Jul de 2018


FILOSOFAR é mais do que pesquisar e perscrutar as origens das coisas, ou conhecer as etimologias... AMAR A SABEDORIA é como um triângulo equilátero, é uma trilogia...


A primeira coisa que a pessoa tem que saber sobre “Amar a Sabedoria”, ou seja, o PRIMEIRO lado desse triângulo é buscar a "origem das coisas", vai precisar usar instrumentos como: arqueologia, história, geografia, geopolítica, a origem das palavras, os idiomas, principalmente nós que analisamos os verbos, as palavras em sua essência. Depois de questionar a origem das coisas, e não pessoas, nossa guerra é contra conceitos ideias erradas e não pessoas.


Em geral, as pessoas só sentem medo de alguma coisa quando não são evoluídas, e não conhecem o assunto em questão, mas quando elas dominam o assunto, aquela ideia, acabam seus temores...


O SEGUNDO lado do triângulo é a “semântica”, assunto do qual eu AKEL, no meu chamamento tenho lutado para ensinar às pessoas ajudando elas evoluírem... “Semântica” é interpretar as coisas, além de descobrir a origem delas, eu preciso saber o por quê... Eu tenho que me perguntar: O que significa? O que a pessoa quis dizer com essa citação? O que ela estava pensando? É poético ou figurado? Em que momento ele falou e para quem falou?


Até chegar no TERCEIRO lado, ou seja, depois de sabermos a origem e sermos capazes de interpretar as coisas, chega o momento tão difícil o Equilíbrio”. O equilibrado, evoluído sabe sentar com qualquer pessoa divergente, com qualquer dicotomização de ideias, e vai sempre convergir, ter a mesma capacidade de JESUS, de sentar com qualquer pessoa independente da sua cultura ou religião, seja agnóstico, ateu, teísta, ela sabe começar e terminar um diálogo em paz...


“A VERDADE não corre atrás de ninguém, ela é a VERDADE.”


Essa é a primeira questão da evolução da consciência. A “Filosofia Verdadeira” é a Filosofia que liberta, e a “Filosofia Falsa” é a que aprisiona, por isso devemos dominar as palavras, com o intuito de sermos livres... É a SOFIA que nos liberta e que nos faz escravos novamente, mas escravos do NOIVO através da , do contrato, da aliança, porque é isso que significa “Fé”... ELE é o CABEÇA, a MENTE do CORPO, e para ser NOIVA DELE, não são só as palavras que dão essa autenticidade, são as obras, porque “a fé sem as obras é vã”. O que prova se somos a NOIVA DELE e que estamos inseridos no CORPO é se temos a mente, a consciência DELE. Porque ELE é a própria SABEDORIA...


Então temos que ser essa SOFIA, digna de ser a DEUSA, a corporificação, a materialização de LUZ 777, da Sua Noiva eternamente com ELE.



PATERNALIDADE ESPIRITUAL


A vida é feita de referências, todos os sábios, tem outros sábios como referências, porque sábio se alimenta de sabedoria... Para saber acertar nas escolhas da vida precisamos de boas referências. Porque toda pessoa que se isola, vai ser refém, escrava de si mesma e se achar liberta.


O Apóstolo Paulo gerou Timóteo, Filemon, Tito, entre outros jovens que sucederam ele, os quais chamava de “Filhos na Fé”, trouxe eles para o “Evangelho da Graça”, os batizou e os ajudou a serem inseridos no CORPO, onde passaram a ser Noiva de CRISTO, a ter SOFIA. Trouxe Tito que era da filosofia grega, da filosofia vã... “VÔ no sentido soteriológico é útil para o mundo, o crivo, para o domo, mas não é útil para quem quer EXISTIR. Então de certa forma Tito foi um troféu para Paulo.



MATEUS 23.8-13


8 - Vós, porém, não queirais ser chamados Rabi, porque um só é o vosso Mestre, a saber, o Cristo, e todos vós sois irmãos. 9 - E a ninguém na terra chameis vosso pai, porque um só é o vosso Pai, o qual está nos céus. 10 - Nem vos chameis mestres, porque um só é o vosso Mestre, que é o Cristo. 11 - O maior dentre vós será vosso servo. 12 - E o que a si mesmo se exaltar será humilhado; e o que a si mesmo se humilhar será exaltado. 13 - Mas ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que fechais aos homens o reino dos céus; e nem vós entrais nem deixais entrar aos que estão entrando.


Não podemos descontextualizar, nem literalizar um texto. O que JESUS está falando unicamente é "não dê rótulos" "não dê títulos" "não dê poder"... Então não podemos chamar alguém de ‘padre’, ‘pastor’, mas é isso que o círculo fechado, preso de uma filosofia vã faz. A filosofia do cristianismo de Constantino, Lutero e Calvino perpetuou assim até hoje, criaram filosofias que prendem as pessoas e não as libertam, obrigando-as a estarem subjugados a outros homens sejam: élderes, presbíteros, anciões, diáconos, cardeais, papas, padres, pastores... Eu não posso ter títulos, mas para mostrar o dom, quando numa situação poética, exclusiva, dentro de um contexto, eu posso. Por isso Paulo chamou eles de “Filhos na Fé”, se colocou como pai. Não podemos ter a obrigação de rotular alguém, dogmatizar, credificar...


"A origem verdadeira das palavras por quem tem dom traz LUZ."



EXEMPLOS DE BUSCAR A ORIGEM DAS PALAVRAS


Se a primeira coisa que nós temos que fazer é buscar as origens, para poder ter a organicidade, o original, é na origem que se tem o PURO.


PURO é sinônimo de orgânico. ORGÂNICO é o sentido de raiz, que é um sentido de ORIGINAL.


HUMUS com acento, “húmus” é adubo de minhoca, sem acento é a raiz etimológica para HOMEM de outros derivados, como “homo sapiens”, de humanidade.


HOMEM vem de “humus”, no dicionário sugere o significado “terra”, mas não é... Porque terra é barro, argila, pó, carbono, que por conseguinte são ondas de matéria. Quando fala que o homem veio do pó é o mesmo que dizer veio do carbono.


No original HOMEM vem de “humano”, “humus” aquele que está na terra e não pode se erguer, que está no pó, embaixo, na superfície retilínea, é ser da terra, um ser da matéria, ou seja, um ser de baixo e não de cima. Em contraposição aqueles que estão em cima, os seres vivos celestiais, angelicais dos céus, é o "triângulo para cima", ser humano é" triângulo para baixo". E é desse contexto que surge a palavra HUMILDADE, vem da mesma raiz.


HUMILDADE é aquele que veio da matéria, mas reconhece sua condição miserável de ser carbono, de ser única e exclusivamente pó, matéria aqui nesse crivo, sabe de onde veio e para onde vai... Jó disse: “Recebi o Bem e não receberei o Mal”. Olha a ambiguidade perfeita, plena, o zênite da vida de Jó!


“Do pó, da matéria eu vim e para o pó voltarei”. Essa é uma das frases mais sábias e sintéticas da Escritura, revela ambiguidade; isso é HUMILDADE, é reconhecer que é um triângulo para baixo, que é daqui e não pode se elevar ainda... Então humildade vem de humus, humilis que é a condição de manter o húmus onde está. E quem continua onde está, é SOPHIA, é mais do que isso ele tem HOMBRIDADE, que vem da mesma raiz...


HOMBRIDADE é ser reto, por exemplo; Jó era um homem reto, que se apartava do Mal, tinha retidão, caráter, honradez... "Hombridade" vem da mesma raiz, ou seja, é aquele que tem humus, humilis reconhece onde está e permanece. E AMBIÇÃO é a palavra de contraposição a HUMILIS.



JÓ 1:7


Então o Senhor disse a Satanás: Donde vens? E Satanás respondeu ao Senhor, e disse: De rodear a terra, e passear por ela.


AMBIÇÃO no original significa aquele que fica dando voltas, rondando a terra, procurando matéria para sair da condição de humilis; querendo ser e ter alguma coisa, que não tem; saindo da condição humana para querer subir e galgar alguma coisa; é querer ter, ser e poder arrodeando a Terra; é a corporificação do diabo...


O maior inimigo da filosofia é o “TÁ NA BÍBLIA...” “Os bíblias”, são previsíveis e bitolados. “Bitolados” na raiz é aquele que tem a mente fechada, que está em prisão mental.


“O princípio da sabedoria é o humilis...”


Ninguém consegue, e nem é obrigado a ter todo o conhecimento, e ainda que tivesse toda a ciência; CONHECIMENTO é inferior a SABEDORIA.



O APÓSTOLO PAULO E A FILOSOFIA


COLOSSENSES 2:8


Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo;


Se tornar prosélitos por meio de FILOSOFIAS VÃS, segundo os rudimentos do mundo, tem pessoas que irão dizer que o apóstolo condenou a filosofia. Ele usou a filosofia, citou o filósofo Epimênides para ganhar os gregos, ele dominava as palavras, a matéria e a cultura. Como JESUS, ele usava a cultura para ganhar as pessoas. Paulo nesse versículo está tratando da proibição de acreditar, utilizar a filosofia do mundo. Daí a pergunta; a filosofia de Aristóteles, Platão, de Sócrates? Como? Não dá para entender isso!


Nesse contexto a carta é direcionada a igreja de Colosso, e a filosofia estava dominando a Europa, o mundo naquela época. Só que a carta aos Colossenses demonstra um único problema, 'os agnósticos', que eram aqueles que proibiam as pessoas de se casarem, de comer e tomar determinadas coisas. ‘Colossenses 2.18-23’


Tudo isso faziam eles ficarem presos a uma filosofia vã, por tradições e preceitos humanos, que estava proibindo eles de viverem a vida, tirando-lhes a liberdade. Os gnósticos estavam adorando anjos, espíritos ministradores; se “convertiam”, mas era uma conversão artificial, porque passaram a fazer CULTO para cultuar anjos. Nesse texto foi a segunda e única vez que Paulo utilizou a palavra CULTO, UM GRANDE ERRO. Nas duas vezes ele, reprime, exorta a não usar a palavra “culto” ou a “prática cultuar”, ainda mais seres angelicais... As cartas de Paulo são direcionadas a eles, por causa de um problema local, regional e específico, elas tem uma origem, uma história e para nós só ficaram a referência.


Com o passar do tempo mudou o termo FILOSOFIA, deixou de ser AMOR a SABEDORIA e passou a ser uma ideologia, um viés, uma forma de ver o mundo...


Paulo não está condenando a filosofia, mas está exortando: se é para ter uma filosofia que seja segundo CRISTO. A Filosofia da própria SABEDORIA, porque ELE É A PRÓPRIA SABEDORIA, é o VERBO.


No grego temos “blepo” palavra comum que significa “ver”, conferir, analisar com cuidado escrutinar, pesquisar com detalhes, ele não está falando para rechaçar a filosofia, mas para pesquisar detalhadamente, por isso ele disse: “Examinai tudo e retende o que é bom.” Muitos usam essa frase sem saber o contexto dela. Paulo quando disse “Reter o que é bom”, não estava falando das cartas dele, e nem da doutrina do SENHOR, do EVANGELHO...


Quais são as filosofias desequilibradas? A filosofia do “fanatismo” que tornam as pessoas prisioneiras, como dos gnósticos da carta de Colossenses e do liberalismo das Universidades, do que está acontecendo com essa geração, do Poder Vermelho, mudando a ideologia dos jovens fazendo com que eles sejam relativistas.


E os desigrejados são relativistas e customizam a fé, pegando na Escritura a parte que lhes interessa. Portanto “Examinai tudo e reter o que é bom” se refere a cultura do mundo, de Aristóteles, Platão, entre outros, e não de Paulo, dos Apóstolos e de Moisés...


... “ENREDAR” no grego é “sulagogeo”, tornar preso, escravos, alienados. Paulo não condena a filosofia e a sabedoria, mas somente essa “falsa filosofia”, falsamente chamada de sabedoria.


COLOSSENSES 2:2


Para que os seus corações sejam consolados, e estejam unidos em amor, e enriquecidos da plenitude da inteligência, para conhecimento do mistério de Deus e Pai, e de Cristo,


E por que o Apóstolo usa tanto a palavra “PLENITUDE” nessa carta? Os gnósticos chamava de “Pleroma”, que é o mesmo que plenitude, totalidade das “Emanações de DEUS”, incluindo os seres vivos da Terra e dos Céus. ‘Atos 17.18-22’; ‘I Coríntios 1. 22-30’


A FILOSOFIA de DEUS é maior que todos os sábios segundo a carne "matéria", do que nobres e poderosos desse mundo.



EXO e ESO


Nós temos que pregar, ensinar os dois tipos de mensagens; EXO e ESO. Nós somos esotéricos com “X” e com “S”, mas o sábio sabe ser as duas coisas.


“ESOTERISMO” vem da palavra grega “esoterio”; “o que está dentro”; “interno”.


“EXOTERISMO” vem de “exotero”; “o que está fora”; “externo”, Jesus tinha assuntos EXO e ESO.


A premissa da SOFIA é saber discernir princípios e conhecimentos que não podem ou não devem ser vulgarizados e banalizados, são os princípios da ESO, isso que é “esoterismo”. O termo que empregamos, assim como tudo é orgânico e não eivado pela História que cor rompeu as raízes. É um esoterismo orgânico e não místico.


Porque eu revelei tantas coisas e continuou revelando? O que vocês queriam? Que continuasse só para o clero, para os sábios, como segredo de negócio, como se fosse fórmulas secretas?


“Na realidade dos templos: o conhecimento é poder e lucro...”


“TEOSOFIA” Hoje satanizada é de fato o lado Mal do CRIADOR para a ambiguidade do crivo, mas o termo “Teosofia” no orgânico, não poderia ser mais puro...


“TEO” – DEUS e “SOFIA” – SABEDORIA, “Sabedoria de DEUS”, exatamente como Paulo diz.


O termo “Exotérico” surge pela primeira vez nos diálogos de Aristóteles, para indicar o que é público por oposição ao que é “oculto”. A mesma ambiguidade que deve ser dominada pelos sábios no “culto e oculto”, “secreto e discreto”.


“CULTUS” No original é “cuidado, cultivo do solo, plantar”, que no sentido religioso tornou-se ritual e não organicidade. Ou seja, culto não era para ser ritual, liturgia, era para ser o cuidado com a humildade. Cada culto deveria ser os homens “humus” se reunindo para manter a humildade, para manter a sua devoção ao CRIADOR, entendendo que eles não são nada além de matéria, sabendo de onde vem e para onde vão, e o quanto dependem DELE para existir.


Da mesma raiz mais tarde surgiu o vocábulo “cultura”, adaptando o significado para cultivar a mente, os conhecimentos, a educação”. Portanto, culto deveria ser um lugar de ensino, cultura, reuniões de ensino e não de cultivar emoções e misticismo...


“OCULTAR” do Latim “occulere”, “cobrir, disfarçar, esconder”. Sem cultivar, sem cultura, são plantas mortas. É o que acontece quando o povo não sabe a VERDADE OCULTA, nada lhes é cultivado, ficam sem vida, sem crescimento, sem evolução...



É hora de evoluir! É tempo de se alimentar de sabedoria!!!



© 2020, by AKEL, fundador da Filosofia EX, since 2012.