Buscar

#46º de 777 ✅ SEGREDOS de SABEDORIA para SALVAR as pessoas do SISTEMA

Atualizado: 16 de Abr de 2018


Paulo usou ‘segredos de sabedoria’ para o bem, Salomão usou para o mal, mais para o mal do que para o bem, mas o legado que ele deixou do bem é importante...


Tenho falado em vários vídeos recentes sobre como ganhar seu cônjuge, familiares, próximos, amigos, pessoas que tanto amamos, salvando-os do sistema.


Sempre repito para não importunarem, e falarem apenas na hora certa, pois as pessoas que estimamos estão observando atentamente tudo que fazemos e vivemos.



PROVÉRBIOS 25:11


Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo.


Eis um principio metafísico pré-estabelecido pelo CRIADOR em *7 dias, nos bons momentos de Salomão, isto é, quando usou a sabedoria para fazer o bem.



1 CORÍNTIOS 9:16-27


Porque, se anuncio o Evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; (E essa obrigação não vem de uma voz mística do além ela é autocrítica, é o dom que me dá convicção que tenho um chamamento.) e ai de mim, se não anunciar o Evangelho! E por isso, se o faço de boa mente, terei prêmio; mas, se de má vontade, apenas uma dispensação me é confiada. Logo, que prêmio tenho? Que, evangelizando, proponha de graça o Evangelho de CRISTO para não abusar do meu poder no Evangelho. Porque, sendo livre para com todos, fiz-me servo de todos para ganhar ainda mais. E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da Lei, como se estivesse debaixo da Lei, para ganhar os que estão debaixo da Lei. Para os que estão sem lei, como se estivesse sem lei (não estando sem lei para com DEUS, mas debaixo da Lei de CRISTO), para ganhar os que estão sem lei. Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns. E eu faço isto por causa do Evangelho, para ser também participante dele. Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. E todo aquele que luta de tudo se abstém; eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível; nós, porém, uma incorruptível. Pois eu assim corro, não como a coisa incerta; assim combato, não como batendo no ar. Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado.


Assim como adulteraram os adágios populares batatinha quando nasce esparrama pelo chão’ (‘batatinha quando nasce espalha a rama pelo chão’) e ‘quem tem boca vai a Roma’(‘Quem tem boca vaia Roma’), conseguiram adulterar a frase paulina para ‘fiz me de tolo para ganhar os tolos’, quando na verdade é ‘fiz-me de TUDO, para ganhar a todos’.

Paulo chegou a circuncidar Timóteo para ganhar os da Lei, Veja:



ATOS 16:1-3


E chegou a Derbe e Listra. E eis que estava ali um certo discípulo por nome Timóteo, filho de uma judia que era crente, mas de pai grego; Do qual davam bom testemunho os irmãos que estavam em Listra e em Icônio. Paulo quis que este fosse com ele; e tomando-o, o circuncidou, por causa dos judeus que estavam naqueles lugares; porque todos sabiam que seu pai era grego.


Veremos no texto abaixo que a Igreja se reuniu para impedir que a influência farisaica, dogmática e legalista, interferisse na qualidade do Evangelho.



ATOS 15:1-41


Então alguns que tinham descido da Judéia ensinavam assim os irmãos: Se não vos circuncidardes conforme o uso de Moisés, não podeis salvar-vos. Tendo tido Paulo e Barnabé não pequena discussão e contenda contra eles, resolveu-se que Paulo e Barnabé, e alguns dentre eles, subissem a Jerusalém, aos apóstolos e aos anciãos, sobre aquela questão. E eles, sendo acompanhados pela Igreja, passavam pela Fenícia e por Samaria, contando a conversão dos gentios; e davam grande alegria a todos os irmãos. E, quando chegaram a Jerusalém, foram recebidos pela Igreja e pelos apóstolos e anciãos, e lhes anunciaram quão grandes coisas DEUS tinha feito com eles. Alguns, porém, da seita dos fariseus, que tinham crido, se levantaram, dizendo que era mister circuncidá-los e mandar-lhes que guardassem a Lei de Moisés. Congregaram-se, pois, os apóstolos e os anciãos para considerar este assunto. E, havendo grande contenda, levantou-se Pedro e disse-lhes: Homens irmãos, bem sabeis que já há muito tempo DEUS me elegeu dentre nós, para que os gentios ouvissem da minha boca a palavra do Evangelho, e cressem. E DEUS, que conhece os corações, lhes deu testemunho, dando-lhes o ESPÍRITO SANTO, assim como também a nós; E não fez diferença alguma entre eles e nós, purificando os seus corações pela fé. Agora, pois, por que tentais a DEUS, pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo que nem nossos pais nem nós pudemos suportar? Mas cremos que seremos salvos pela Graça do SENHOR JESUS CRISTO, como eles também. Então toda a multidão se calou e escutava a Barnabé e a Paulo, que contavam quão grandes sinais e prodígios DEUS havia feito por meio deles entre os gentios. E, havendo-se eles calado, tomou Tiago a palavra, dizendo: Homens irmãos, ouvi-me: Simão relatou como primeiramente DEUS visitou os gentios, para tomar deles um povo para o seu nome. E com isto concordam as palavras dos profetas; como está escrito: Depois disto voltarei, e reedificarei o tabernáculo de Davi, que está caído, levantá-lo-ei das suas ruínas, e tornarei a edificá-lo. Para que o restante dos homens busquem ao SENHOR, e todos os gentios, sobre os quais o meu nome é invocado,diz o SENHOR, que faz todas estas coisas, Conhecidas são a DEUS, desde o princípio do mundo, todas as suas obras. Por isso julgo que não se deve perturbar aqueles, dentre os gentios, que se convertem a DEUS. Mas escrever-lhes que se abstenham das contaminações dos ídolos, da fornicação, do que é sufocado e do sangue. Porque Moisés, desde os tempos antigos, tem em cada cidade quem o pregue, e cada sábado é lido nas sinagogas. Então pareceu bem aos apóstolos e aos anciãos, com toda a Igreja, eleger homens dentre eles e enviá-los com Paulo e Barnabé a Antioquia, a saber: Judas, chamado Barsabás, e Silas, homens distintos entre os irmãos. E por intermédio deles escreveram o seguinte: Os apóstolos, e os anciãos e os irmãos, aos irmãos dentre os gentios que estão em Antioquia, e Síria e Cilícia, saúde. Porquanto ouvimos que alguns que saíram dentre nós vos perturbaram com palavras, e transtornaram as vossas almas, dizendo que deveis circuncidar-vos e guardar a Lei, não lhes tendo nós dado mandamento, Pareceu-nos bem, reunidos concordemente, eleger alguns homens e enviá-los com os nossos amados Barnabé e Paulo, Homens que já expuseram as suas vidas pelo nome de nosso SENHOR JESUS CRISTO. Enviamos, portanto, Judas e Silas, os quais por palavra vos anunciarão também as mesmas coisas. Na verdade pareceu bem ao ESPÍRITO SANTO e a nós, não vos impor mais encargo algum, senão estas coisas necessárias: Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da fornicação, das quais coisas bem fazeis se vos guardardes. Bem vos vá. Tendo eles então se despedido, partiram para Antioquia e, ajuntando a multidão, entregaram a carta. E, quando a leram, alegraram-se pela exortação. Depois Judas e Silas, que também eram profetas, exortaram e confirmaram os irmãos com muitas palavras. E, detendo-se ali algum tempo, os irmãos os deixaram voltar em paz para os apóstolos; Mas pareceu bem a Silas ficar ali. E Paulo e Barnabé ficaram em Antioquia, ensinando e pregando, com muitos outros, a Palavra do SENHOR. E alguns dias depois, disse Paulo a Barnabé: Tornemos a visitar nossos irmãos por todas as cidades em que já anunciamos a Palavra do SENHOR, para ver como estão. E Barnabé aconselhava que tomassem consigo a João, chamado Marcos. Mas a Paulo parecia razoável que não tomassem consigo aquele que desde a Panfília se tinha apartado deles e não os acompanhou naquela obra. E tal contenda houve entre eles, que se apartaram um do outro. Barnabé, levando consigo a Marcos, navegou para Chipre. E Paulo, tendo escolhido a Silas, partiu, encomendado pelos irmãos à Graça de DEUS. E passou pela Síria e Cilícia, confirmando as Igrejas.


Essa passagem nos traz a real sabedoria de Paulo.


Esses textos isolados e distorcidos são usados pelos judeus messiânicos e outras correntes legalistas até hoje, para fazer prosélitos. Os não instruídos acabam sendo enganados. Veja o verdadeiro Evangelho da Graça, de graça. Na boca de Paulo, abaixo sobre a circuncisão...



GÁLATAS 5:2-4


Eis que eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, CRISTO de nada vos aproveitará. E de novo protesto a todo o homem, que se deixa circuncidar, que está obrigado a guardar toda a Lei. Separados estais de CRISTO, vós os que vos justificais pela Lei; da Graça tendes caído.


Não sendo legalista, ele circuncida Timóteo ele quase cede a circuncidar Tito e agora. Paulo chega a raspar sua cabeça...



ATOS 18.17-22


Então todos os gregos agarraram Sóstenes, principal da sinagoga, e o feriram diante do tribunal; e a Gálio nada destas coisas o incomodava. E Paulo, ficando ainda ali muitos dias, despediu-se dos irmãos, e dali navegou para a Síria, e com ele Priscila e Áquila, tendo raspado a cabeça em Cencréia, porque tinha voto. E chegou a Éfeso, e deixou-os ali; mas ele, entrando na sinagoga, disputava com os judeus. E, rogando-lhe eles que ficasse por mais algum tempo, não conveio nisso. Antes se despediu deles, dizendo: É-me de todo preciso celebrar a solenidade que vem em Jerusalém; mas querendo Deus, outra vez voltarei a vós. E partiu de Éfeso. E, chegando a Cesaréia, subiu a Jerusalém e, saudando a Igreja, desceu a Antioquia.


Você entende que devido o fato de Paulo ter raspado a cabeça os judeus debatiam com ele, e imploraram para ele ficar mais um pouco, porque estavam gostando de ouvi-lo. Eles queriam que ele que tinha saído da sociedade do poder, do dogmatismo, do misticismo ficasse com eles e lhes ensinassem. E Paulo só foi ouvido porque fez de tudo para ganhá-los. Ele teve a moral o direito de ser ouvido porque raspou a cabeça, voto nazireu, porque deu um passo em direção a eles, se fazendo de tudo para ganhá-los.


Quando viram ele com a cabeça raspada pensaram esse homem respeita a nossa fé, vamos ouvi-lo.


Os votos dos judeus eram voluntários. Paulo evidentemente, não foi contra totalmente a participação dos costumes judaicos pelos judeus (I Coríntios 9.20 – já lemos acima), mas não permitiu que os gentios fossem obrigados a guardar a Lei de Moisés.


Cada caso é um caso, esse caso é: “Era uma vez na Bíblia”... A Igreja estava começando em Jerusalém, com os judeus em transição, no período Intertestamentário, Transitório, mesmo depois do Tetelestai mesmo depois de ‘Hebreus 9’, mesmo com o véu rasgado, houve um tempo para o ESPÍRITO SANTO guiar eles em toda a verdade, até eles se desligarem, desdogmatizarem, dessistematizarem, desteologizarem e desmistificarem. Demorou pelo menos quatorze anos, mas ele não permitiu que os gentios fossem obrigados a guardar a Lei de Moisés.



ATOS 21.17-27


E, logo que chegamos a Jerusalém, os irmãos nos receberam de muito boa vontade. E no dia seguinte, Paulo entrou conosco em casa de Tiago, e todos os anciãos vieram ali. E, havendo-os saudado, contou-lhes por miúdo o que por seu ministério DEUS fizera entre os gentios. E, ouvindo-o eles, glorificaram ao SENHOR, e disseram-lhe: Bem vês, irmão, quantos milhares de judeus há que crêem, e todos são zeladores da Lei. E já acerca de ti foram informados de que ensinas todos os judeus que estão entre os gentios a apartarem-se de Moisés, dizendo que não devem circuncidar seus filhos, nem andar segundo o costume da Lei. Que faremos pois? em todo o caso é necessário que a multidão se ajunte; porque terão ouvido que já és vindo. Faze, pois, isto que te dizemos: Temos quatro homens que fizeram voto. Toma estes contigo, e santifica-te com eles, e faze por eles os gastos para que rapem a cabeça, e todos ficarão sabendo que nada há daquilo de que foram informados acerca de ti, mas que também tu mesmo andas guardando a Lei. Todavia, quanto aos que creem dos gentios, já nós havemos escrito, e achado por bem, que nada disto observem; mas que só se guardem do que se sacrifica aos ídolos, e do sangue, e do sufocado e da fornicação. Então Paulo, tomando consigo aqueles homens, entrou no dia seguinte no templo, já santificado com eles, anunciando serem já cumpridos os dias da purificação; e ficou ali até se oferecer por cada um deles a oferta. E quando os sete dias estavam quase a terminar, os judeus da Ásia, vendo-o no templo, alvoroçaram todo o povo e lançaram mão dele,


E não é que Paulo aceitou fazer isso! Pregar um pouco de ilusões e misticismos... Ele fez isso porque era um caso isolado de judeus, não só em Jerusalém, mas em várias partes do mundo, estavam tendo dificuldades de entender o Evangelho de Graça, de graça, e tirar o véu de Moisés como está escrito em ‘II Coríntios 3’.


Então Paulo aceitou apresentar, aos quatro e se santificar com eles no templo e fazer o voto, se ele não fizesse isso à multidão não ia se juntar para ouvi-lo. Ele precisava do direito de ser ouvido.


Tudo que uma pessoa que tem dom precisa, é que alguém, dê a ela um pouquinho do seu tempo para ser ouvida.


Porque o dom está em mim, quando você me ouvir com um pouco menos de senso critico, de senso comum, de pré-conceito, o Evangelho vai transformar a sua vida, eu só preciso de um pouquinho do seu tempo, para que caia as escamas do pré-conceito...


Era isso que Paulo precisava um pouquinho de atenção daquelas pessoas, não importava se precisasse fazer um sacrifício para isso. Ele se dispôs fazer aquilo só para que eles pudessem ouvi-lo, e depois que o ouviram muitos o entenderam, não todos, mas é assim... Vale a pena salvar alguns...


Paulo chegou a ponto de se santificar no templo, aderindo ao templocentrismo, se fazendo de judeu do legalismo e da Torá, da Lei do Tanakh, só por aquele momento, só para que tivesse o direito de pregar a multidão. Ele era equilibrado, tinha uma sabedoria que vocês precisam ter hoje, nem que seja um pouquinho disso, imitai-o, e tenha-o como referência.


Ele usava todas as estratégias possíveis para que as pessoas ouvissem o Evangelho, e isso sempre dava certo. Se observarmos todo o livro de Atos, veremos diversas vezes ele indo nas sinagogas e usando dessas estratégias.


Paulo conhecia não apenas a Escritura e a literatura judaica, mas também a literatura grega clássica. Enquanto discursava para um grupo de filósofos epicureus e estoicos, pagãos em ‘Atos 17.22-34, Paulo no VERSO 38, cita a Cretina de Epimênides (“porque nele vivemos, e nos movemos e existimos”) e o Phaenomena de Arato (“porque somos sua geração”), usando estes dois poetas para estabelecer seu ponto.


Em ‘I Coríntios 15.3’ Paulo cita a comédia de Menandro Thais (“as más conversações corrompem os bons costumes”). Sem dúvidas, alguns críticos tem sugerido que o Apóstolo, quando falou Tito acerca de sua missão na Ilha de Creta, cometeu uma falácia lógica ao citar o poeta cretense Epimênides: “um deles, seu próprio profeta, disse: os cretenses, sempre mentirosos, bestas ruins, ventres preguiçosos. Este testemunho é verdadeiro” ‘Tito 1.12e13’


O que falar então sobre usar Tito como troféu para ganhar os gregos? ‘Gálatas 2.1’


O que falar sobre a ida dele às sinagogas para tirar os sacerdotes e o povo do judaísmo, usando todo seu conhecimento e testemunho de ex-rabino?


‘ATOS 17.2-3’


...como fazia habitualmente, Paulo foi à sinagoga e por três sábados argumentou com aquele grupo de pessoas com base nas Escrituras, explicando e comprovando que se fez necessário que o CRISTO padecesse e ressuscitasse dentre os mortos. E proclamava: “Este JESUS que vos anuncio é o MESSIAS!”...



Depois do que vos ensinei guarde e pratique todos esses conselhos de sabedoria que vou dizer:


- Reze um pai nosso com seu avô católico...

- Cante ave Maria com sua mãe católica.

- Elogie os acertos da denominação de sua esposa...

- Fale na hora certa com seu marido, valorizando seus acertos na fé e nas suas boas ações...

- Vá no templo, mesquita ou sinagoga com seu familiar...

- Participe da missa, velório, festa pagã, sem se envolver, mas brilhando a Luz do Evangelho...

- Elogie a caridade dos espíritas e seus lindos trabalhos sociais...

- Lembre-se: tudo é cristianismo, islamismo, budismo, judaísmo, tudo é ‘ismo’, e nós não estamos nisso. O superior mostra superioridade, não soberba, mas humildade, pois sabemos que se fomos alcançados pela Salvação precisamos também da mesma Graça. O superior do nosso texto áureo de ‘Romanos 14’ é aquele que tolera e não escandaliza o fraco. O enfraquecido pelo sistema precisa de nós. Se você vê verdades que os do véu de 'II Coríntios 3’ e da cegueira (Caminho Largo) não veem, é porque você tem uma missão; abraça-los, entendê-los, se colocar no lugar deles, e ganhá-los, salvá-los do fogo (juízo)...


Fazendo assim, o estigma de ‘crente bitolado’, evangélicos alienados (não somos evangélicos, somos do Evangelho) e do fariseu julgador serão dissolvidos, e você terá tempo, moral e abertura para falar. Ganhará ouvidos atentos, terra preparada para depósito da semente do Evangelho...


Olhe nos olhos deles: ande na direção deles até a metade da ponte se possível e se necessário, e não tenha dúvida, esse portal metafísico é infalível, creia, foi o TODO PODEROSO que assim determinou na Sua Criação. Eles virão na sua direção. Se até eles você for, até você eles virão. Olhos nos olhos deles e sinta o momento certo... O momento em que as paredes e muros do preconceito caírem e lhes dará o direito de falar. Esteja preparado.


Ir até eles, e eles virão para nós. Seja sábio...


Quem torcer o nariz e rejeitar o que vos ensino, sofra com as consequências de não ter as pessoas que ama junto com você no Evangelho.


Os místicos apenas acreditam, oram, intercedem e esperam na promessa de serem salvos eles e a sua casa.


O texto não é místico, é orgânico. Aprenda com a minha frase que recebi do SENHOR.



“Esperar é místico. Plantar é orgânico.”



“Mais algumas madeiras foram pregadas na arca.

A chuva vem apressa-te, quem é salvo, ouça!”




RECOMENDO: assistir o vídeo desse estudo, onde falo sobre algumas experiências minhas com Testemunhas de Jeová, Mórmons, Tabernáculo da Fé, Igreja da Vó Rosa, Espíritas, Católicos, Budistas, Ateus, Agnósticos, e uma conversa sobre caveiras, entre tantas outras.

*VÍDEO DNA DE DEUS



© 2020, by AKEL, fundador da Filosofia EX, since 2012.