Radical? Sim, obrigado!

Atualizado: Out 23

A Filosofia EX e as Escolas de Jesus são radicais em suas opiniões e ensinos?

Sim! Claro!

É Incrível como o referido termo tem sido tão descaracterizado nos últimos tempos e tido como algo extremamente negativo. As pessoas interpretam "radical" como um sinônimo de arrogante, ranzinza, intolerante; alguém desprovido de educação e gentileza. Porém, quando recorremos à raiz da construção desta palavra na língua portuguesa, presenciamos uma realidade diferente.

Esse uso atualmente mais comum do termo "radical", está relacionado a uma corruptela abrasileirada do termo em inglês hardcore, que significa algo bruto, grave, cru, sem filtro ou moderação, explícito, assíduo. Que se assemelha, de certa forma, com as características descritas no parágrafo anterior.

Em termos etimológicos, hardcore é resultado da junção de duas palavras: hard = duro/rígido/difícil; e core = núcleo/centro/cerne. Podendo significar "núcleo duro", "coração empedrado", algo ou alguém "insensível", dentre outras possibilidades de tradução deste termo.

Vejam que estamos diante de mais um exemplo da importação de conceitos linguísticos e semânticos estrangeiros na língua portuguesa, externos à sua origem latina. Neste caso, como em outros, temos uma herança anglo-saxã, da qual a cultura brasileira bebe muito, como vimos também em palavras como "trem", "nocaute", "xampu", "estresse", "piquenique", "uísque", "forró" e outros mais.

Entretanto, a verdadeira raiz do verbete português "radical", provém do latim radicalis ou radix, que significa "raiz". Remontando à ideia de origem, de primazia, de verdade. Sendo uma expressão de valor, de crédito, não de algo antiquado ou inadequado, como no que temos em voga.

Há de se considerar, inclusive, que o termo "radical" acaba se associando a essa designação mais negativa com a ascensão de movimentos revolucionários, propondo mudanças nas raízes dos sistemas políticos. Mudanças radicais são conflituosas, de muito atrito e de forma abrupta, são como uma curva fechada, um cavalo-de-pau uma conversão em 180°, que geram impactos negativos apesar da boa intenção e prospecto a longo prazo.

Tendo em conta tudo isso. Em sua essência, o termo "radical" designa algo mais próximo a sua origem, uma coisa ou ideia mais legítima e fiel ao propósito inicial de algo ou alguém. Sendo assim, qualquer designação que inclua radical, em essência, se refere à noção de proximidade para com o ideal primário de um pensamento, ideologia e cosmovisão. E podemos afirmar sem problemas que a Filosofia EX e as escolas de Jesus trazem consigo um senso de identidade radical, o ideal de que portam o conhecimento da essência da mensagem dos ensinamentos de Jesus, o Cristo, a verdadeira sabedoria das eras que perpassa todas as civilizações humanas e esmaga toda a incoerência em seu inabalável escrutínio, como uma grande rocha a rolar pela linha do tempo da humanidade.

  • TikTok EX
  • FB EX
  • Twitter EX
  • YT EX
  • Insta EX