#45º de 777 ✅ MASTURBAÇÃO, SEXO, FORNICAÇÃO, HOMOSSEXUALIDADE...

Atualizado: 16 de Abr de 2018


Masturbação, Sexo Anal e Oral, Fornicação, Homossexualidade...


Tudo sobre Sexo à luz do Evangelho, como nunca foi falado antes, mas muito necessário...

É necessário assistir ao vídeo do tema para entender melhor.


Nas religiões pouco se fala sobre o assunto, por conta dos dogmas, preceitos e domínio sobre o povo. Isto é, o pretexto do medo de que o povo se perca pecando, e com isso atraindo para si maldição, ódio ou silêncio de DEUS, e a perda da salvação, como que eles (a grande parte da cúpula religiosa) estivessem preocupados de verdade com a santidade (que sempre foi caráter e não dogmas) do povo.


Ou não se fala por tradição familiar, tabu educacional, ou não se fala por medo de pecar, e com isso os filhos, as novas gerações vão de erro a erro, e é claro que os pais são culpados disso.


Se os pais não falam, a escola fala. Se a escola não fala, os amigos falam, se os ‘amigos’ não falam a mídia ou a internet falam.


Então chegou a hora de falar, entendam vocês e repassem aos mais novos, na linguagem deles, quando for oportuno.


Vemos alguns poucos líderes religiosos, falando 'sobre', e o que falam é QUASE TUDO, distorção, meias verdades ou hipocrisia. Daí o porquê da importância de eu tratar do tema, vou falar de cada questão sexual, cada ponto, cada tópico que envolve sexo.


MASTURBAÇÃO


Comecemos pela ‘masturbação’. Já recebi inúmeros e email-s de jovens com a consciência pesada, por que não conseguem se controlar e sempre que fazem, sofrem por um tempo, porque a RELIGIÃO nunca foi clara 'sobre', não tem uma explicação profunda 'sobre', mas tem o DOGMA necessário para dizer: É PECADO.


Fiz imensa pesquisas de diversos ‘pastores’ falando 'sobre' no YouTube, na internet em geral. E todos eles condenam veementemente a masturbação, e assim como em tantos outros assuntos os mentores do sistema religioso, erram nesse também, um gravíssimo erro. Que faz com que milhões de jovens se culpem, sofram, obrigando-se casar, e muitas vezes, casar errado, para fugir de um “erro” e entrar em outro, esse sim um GRAVÍSSIMO ERRO: uma escolha errada.


Se você ler o que dizem os intitulados ‘pastores’ mais radicais até os mais ‘liberais’, como Silas Malafaia, vai encontrar o seguinte: “A masturbação é uma prática pecaminosa a luz da palavra de Deus.”


Eles mesmos sabem da inegável realidade da explosão hormonal na puberdade e o fato de a Bíblia não proibir esta prática DIRETAMENTE, mas mesmo assim eles dão um jeito indireto de proibir, usando argumentos como: “você é templo do Espírito Santo”. Ah, sim! Um templo do Espírito Santo Místico. Essa é a única vez que o sistema defende o templo de carne. Então o diabo inventou o sexo? Então marido e mulher só podem ter relação para reprodução e não para a diversão ou prazer mutuo? Calma lá! A verdade é o ÓBVIO e está no EQUILÍBRIO. Vou explicar ponto a ponto, leia a transcrição e assista a videoaula até o fim para entender.


A grande pergunta é: alguém consegue masturbar-se sem imaginar um ato sexual, sem ter fantasias eróticas e sem deixar-se dominar pela lascívia (do latim é uma emoção de intenso desejo pelo seu corpo ou corpo de alguém) e a luxúria (do latim é libertinagem e sensualidade)?


Para responder perfeitamente essa pergunta, abaixo vou mostrar em três níveis quando que a masturbação (ato) é um erro leve, médio e grave, onde o salvo, só pode praticar o leve, daí o entendimento de que a lascívia e luxúria citadas nas Escrituras por Paulo, por exemplo, devem ser práticas dos não salvos. Mas, a grande mentira é que a masturbação NUNCA poderá ser livre de lascívia e luxúria.


O sistema religioso chega ao ridículo de citar ‘Gênesis 38.6 ao 8’, sobre Onã, que por ocasião do descumprimento da ordem do CRIADOR de dar descendência a mulher, derramando seu sêmen na terra, foi punido com a morte. Onã não se masturbou, Onã descumpriu uma ordem de dar filhos àquela mulher, absolutamente DIFERENTE.


Por fim o sistema religioso vai repetir Paulo (exceto a maioria dos ‘padres’ que neste ponto sabem da Verdade): “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma.” ‘I Coríntios 6:12’


O que o texto está dizendo? Leia novamente com calma: eu posso sim me masturbar, mas algumas coisas não me convém, embora eu seja livre, pois me masturbar é lícito, não é ilegal, como ensinei no Curso Dessistematizando - NÃO EXISTE REGRA DIRETA E CLARA, como poderemos ser condenados sem artigo, parágrafo ou inciso? Como seremos cobrados pelo que NÃO está CLARO? ÓBVIO que; se não está claro sobre isso, não é um erro grave (falarei adiante).


Quando alguém exercita sua sexualidade solitariamente, proporcionando a si mesmo o orgasmo dizem os ‘líderes religiosos’: é uma prática contrária ao projeto de DEUS de homem ter família. Agora chegamos no ponto!


Tudo é motivação, o que realmente vale nunca será o ato, mas a intenção, o que te leva a fazer aquilo. É por aqui, didaticamente que vou ensinar a todos.


Indispensável primeiramente, antes de qualquer coisa, que todos tenham assistido ao videoaula “PECADO NÃO GOSTEI DE DEUS”; porque vou ensinar cada tópico sobre sexo com base na classificação de PECADO que as BÍBLIAS latinas e em idiomas derivados não trazem.


TRÊS NÍVEIS DE PECADO:

‘Chata’a do hebraico e ‘hamartia’ do grego: erro por falta de instrução, ajuda, conhecimento da verdade que liberta... (traduzidos na nas Bíblias por ‘pecado’ apenas).


Pesha’ do hebraico e ‘parabasis’ do grego: erro ao alvo por vingança, maldade, rebeldia ou revolta oriundo, de frustração... (traduzido por transgressão).


‘Avon’ do hebraico e ‘adikia’ do grego: erro deliberado pecado para morte, altamente condenável... (traduzido por iniquidade)


Masturbação Chata’a: absolutamente explicável, quando na puberdade, conhecendo seu corpo, jovens com alto índice hormonal, na natureza do corpo, que pede, que gera coceiras, estímulos e ereções espontâneas. Se você não quiser ouvir quem tem DOM e continuar lutando contra isso, você não vai evitar que jovens se masturbem.


Masturbar-se, portanto naturalmente por necessidade do corpo, é até saúde, pois assim como os adultos casados ficam melhores para trabalhar e desempenhar suas obrigações durante o dia, estando em dia com as relações sexuais, acertando-se na cama em intensidade, quantidade e qualidade (falaremos adiante), assim também os solteiros que se abrasam, não devem reprimir seus desejos sexuais, pois farão mal a si mesmos, não conseguindo estudar, serão mais rebeldes, e um erro gerará outro, tornando sua vida um poço de culpas e frustrações.


Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Fora de ordem natural da masturbação por NECESSIDADE DO CORPO, ou seja, O CORPO pedindo, como para se alimentar, urinar ou dormir; será um pecado médio ou grave, como veremos agora.


Antes, deve-se deixar claro, que mesmo naturalmente a masturbação é um ERRO. Então a pergunta de sempre dos alienados religiosos é: Masturbação é pecado? A resposta é: sim e não.


Pecado não é místico, é um erro, é uma flecha errando o alvo. O alvo é formar uma família, e a flecha está indo na direção errada, mas com uma explicação: seu corpo, sua fase, seus hormônios, geralmente dos 10 aos 25 anos, passando a fase da inocência, para consciência, adolescência e juventude.


Masturbação Pesha: Esse já é um erro de nível médio. Por rebeldia, por vingança à revelia dos pais, por estar sendo incentivado por outros da idade ou não, muitas vezes desprovido de vontade controlável, isto é, poderia evitar, não precisava fazer, mas faz. Quase sempre com pornografia ou imaginando pessoas com as quais se relacionou, ou fantasias de seu imaginário. Faz sem necessidade do corpo, e então comete ‘pesha’, um salvo não pode cometer esse erro, exceto se desconhecia essa verdade.


Masturbação Avon: Agora sim, é um erro grave, é a masturbação deliberada, essa é pecado condenável. O sistema religioso não faz essa diferenciação e os jovens sofrem com isso. Até mesmo os viúvos, divorciados ficam perdidos sem saber sobre esse tema. A masturbação NÃO PODE se tornar uma valorização de pensamentos impuros, como fantasiar com a esposa (esposo) do seu vizinho (vizinha), ou imaginar estar tendo uma relação bissexual, orgias ou pessoas comprometidas, que jamais poderão ser sua esposa (esposo). Em ‘Mateus 5.27 e 28’, temos JESUS dizendo: “Ouvistes que foi dito: Não adulterarás. Eu porém, vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.” Aqui está falando de casados (o termo é adultério – porneia - relação promíscua com alguém que não é seu, ou nunca será seu) que desejam pessoas e que se pudessem ter a oportunidade; fariam.


Ver pornografia enquanto se masturba é pecado Avon, pois as pornografias são estímulos que não respaldam na necessidade orgânica do corpo, bem como no futuro próximo, de casar, formar família e ter filhos. Isso para solteiros (as), divorciados (as) e viúvos (as).


Foi Deus quem planejou nossos corpos, que nos fez em carne, e limitados com desejos e necessidades fisiológicas. É da nossa natureza obviamente.


Segundo a ciência masturbar-se faz bem, assim como fazer sexo faz bem. Muitos vivem reprimidos, mal-humorados, bipolares, estressados, em depressão. Porque não são felizes em suas escolhas sexuais. Conheça um bom companheiro (a) para sua vida, que pense como você na CAMA, e SEJA FELIZ.


SEXO ANTES DO CASAMENTO É FORNICAÇÃO?


Primeiramente já ensinei no Curso Dessistematizando que ‘fornicação’ nunca foi sexo antes do casamento, mas sim SEXO por SEXO. E você que não tem acesso aos originais (termos etimológicos de idiomas primitivos) não precisa conhecer exegese para saber quem ensino a verdade, basta abrir várias traduções em ‘Mateus 19.9’ e ver que a oração entre vírgulas “a não ser porneia” é traduzida em algumas, por fornicação, ou seja, casados também fornicam.


Fornicar é SEXO por SEXO, só por prazer, sem compromisso. É o famoso ‘ficar’ de hoje.

Ter relação sexual antes do casamento e nunca casar é pecado Avon.


Sexo Antes do Casamento Chata’a: Ter relações sexuais antes de casar, mas com propósito de casar diante do pretendente e do CRIADOR (de quem, ninguém, nada esconde), mas em virtude de incompatibilidade ou descompromisso de uma parte não chegam a casar. É um erro, mas pecado não é místico, é orgânico, é apenas errar. Salvos podem errar chata’a é um erro porque fomos feitos para escolher corretamente e formar família, mas isso nem sempre é possível. Erramos nas escolhas e aprendemos com os erros.


Sexo Antes do Casamento Pesha: Ter relações sexuais por rebeldia. Saber que não há uma condenação explícita ‘sobre’, e ter relações com todos namorados (as) companheiros (as) e nunca casar. Trocar de parceiros sempre e fugir de responsabilidades. O salvo não pode cometer erro pesha.


Sexo Antes do Casamento Avon: ter relações sexuais só por prazer, seja com o que for, com quem for, onde for, como for. É um pecado para morte. Gravíssimo. Os que vivem em festas procurando ‘corpos’ disponíveis para despejar suas vontades já estão condenados, exceto se não conheceram O Evangelho.


COBIÇAR E PENSAR SOBRE SEXO OU MALICIA


Como falamos anteriormente, em ‘Mateus 5:27 e 28’, encontramos nosso SALVADOR dizendo: “Não adulterarás. Eu porém, vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.” Mas, esse texto é para quem? Quem assistiu a videoaula a “Bíblia não é Sagrada” sabe da importância de SEMPRE, observar para QUEM é a fala, extraindo lições de referência de caráter (santidade) para nós os salvos.


Classifiquemos novamente para puro entendimento...


Cobiçar e Pensar Sobre Sexo Chata’a: o solteiro, por óbvio deve cobiçar a sua futura esposa que já é sua noiva ou namorada. Como ensinei no Curso Dessistematizando, nunca existiu namoro (período de conhecimento), mas sim noivado e casamento.


Aconselho sem regra, fazerem como sempre foi: noivado e casamento e não com namoro; longos períodos de namoro, como o sistema/mundo faz. Entretanto, segundo a psicologia, uma pessoa só se revela em seu caráter após dois anos de convivência, isso vale para amizades, irmandades e principalmente escolha matrimonial. É bom ser noivo (a) num período próximo de dois anos e assim ter certeza da sua escolha. O solteiro pode cobiçar também, por óbvio novamente, a que pretende casar ou convencer. É absolutamente natural estar numa festa, no dia a dia, na reunião como Ekklesia e cobiçar uma pretendente, o que não é e não deve ser sinônimo de cobiça generalizada, que falarei abaixo. Muitos casam sem cobiça, sem conversa, sem ver tudo que precisa ver, e depois se arrependem. Isso sim é PECADO grave: líderes religiosos que não ensinam os jovens a tomarem sábias escolhas na vida, com medo e culpa, casam errado, com pessoas diferentes nas opiniões e gostos sexuais. Depois de casar não adianta querer persuadir seu cônjuge a gostar do que você gosta. Veja o tamanho do ERRO, do PECADO, do sistema religioso.


Cobiçar e Pensar Sobre Sexo Pesha: é a cobiça do solteiro (a) na rua por qualquer mulher ou homem. Olha para trás, para o lado, assobia, e faz isso com vontade sexual, podendo depois vir a se masturbar pensando nele (as). Nesse caso, tanto a cobiça como a consequência da cobiça, a masturbação são pecados graves que os salvos não podem cometer.


Cobiçar e Pensar Sobre Sexo Avon: é a cobiça do noivo (noiva), casado (a), comprometido (a) para outros homens (mulheres). Só de pensar, desejar, cobiçar, já deitaram com a pessoa cobiçada, e já cometeram ‘porneia’, infidelidade conjugal e adultério. Isso é tão grave que, se uma mulher casada por acaso na rua, pegar seu esposo olhando e mexendo com uma mulher estranha ou conhecida, ele já a traiu, e ela está livre desta relação dissolvida. A maioria das mulheres perdoam, mas isso é grave. Se você é casado, você tem um COMPROMISSO. O Evangelho é a Lei Atualizada e Corrigida: AMAR, AMAR e AMAR... Não lesionar o próximo, e isto é machucar o próximo, e o próximo está bem próximo, é seu primeiro próximo: SUA MULHER, SEU MARIDO.


SEXO ORAL, VAGINAL E SEXO ANAL


O sistema religioso são como os essênios, os fariseus e os gnósticos, proíbem e liberam o que lhes convém.


A MULHER casada tem poder sobre o corpo do MARIDO e vice-versa: PONTO FINAL. Se existe um acordo entre os dois, os dois querem, aceita, NINGUÉM TEM NADA COM ISSO.

Claro que, aí vem o tópico acima que acabei de abordar: ESCOLHER BEM, o solteiro precisa conhecer, cobiçar, testar, saber, porque depois do casamento formalizado, só lhe resta tentar o milagre e a sorte de convencer seu cônjuge a fazer o que você quer. Se um não quer, o outro não poderá obrigar a fazer. Por isso pense com quem vai casar por conta do mais importante: O CASAMENTO começa na CAMA, no SEXO e o CASAMENTO precisa ESSENCIALMENTE de COMPATIBILIDADE SEXUAL.


O CASAMENTO começa na cama, mas é BASEADO NO AMOR, só que, o casamento que não acerta no sexo é porque não se ama, O SEXO É A MATERIALIZAÇÃO DO AMOR.


Existem pessoas frígidas e fogosas, imagine um frígido casado com uma fogosa ou vice-versa? É evidente que terão problemas. O sistema vai dizer que a Bíblia não condena o sexo oral, mas condena o anal, porque é SODOMIA. Como dizem nossos irmãos gaúchos: QUE BARBARIDADE!


De todos os lideres religiosos que procurei, só achei um intitulado ‘pastor’ que não condena o sexo anal: Silas Malafaia. Pelo menos um acerto da parte dele. Todo teólogo sabe que isso NUNCA foi condenado. Não existe nenhuma referência explícita. Os que condenam isso, o fazem com base em ‘I Coríntios 6.10 ao 13’, defendendo que o sexo anal é condenável por ser sodomia, que não é apenas uma prática dos homossexuais, mas também dos heterossexuais. ERRADO!


Sodomia vem de Sodoma, prática de sexo por sexo, orgias, sensualidade, danças, prostituição, troca de parceiros, bissexualidade, pedofilia, zoofilia e NÃO, JAMAIS sexo anal ENTRE MARIDO E MULHER ISSO É ABSURDO! Só o Malafaia defendeu isso, diante de todos os mercenários religiosos. Era isso que acontecia em Sodoma, e não sexo entre marido e mulher. Então o termo passou a ter significado do sexo anal, e não ao contrário, causando confusão.


Essa prática, portanto, é da intimidade conjugal, através do consentimento mútuo. O CRIADOR não interfere na intimidade do casal, quem é você para interferir?


Contudo, eu gostaria de chamar a atenção, de que na Bíblia, há algumas indicações claras do que está fora do padrão estabelecido por DEUS para a sexualidade do casal. Entre essas práticas sexuais condenáveis estão: a prostituição, o adultério, o homossexualismo, a fornicação (relação sexual entre solteiros) e o sexo bestial (sexo com animais).


Portanto, Chata’a é o sexo anal entre esposa e marido. Pesha é o sexo anal sem compromisso que o salvo não pode praticar, e Avon é o sexo anal só por prazer com um homem ou mulher que não é seu cônjuge. Sexo anal ou oral, também é Avon na bissexualidade. E na homossexualidade, sodomia é Avon. Agora falaremos sobre a verdadeira sodomia.


SODOMIA, EFEMINADOS, HOMOSSEXUALIDADE E BISSEXUALIDADE