Buscar

#38º de 777 ✅ JESUS NÃO EXISTE para SEMPRE

Embora a palavra ‘Trindade’ nem se quer exista nas Escrituras, mas foi criada pelo homem para ilustrar o que possivelmente existe.


Nós não podemos usar ‘Trindade’ com os atributos e a descrição que eles usam no credo religioso.


No credo religioso trinitário, a descrição não é só de uma Trindade. E vale ressaltar que o problema não está na palavra ‘Trindade’. Porque pode haver uma Trindade de Manifestações, de Etapas, de Fases, de Tempo, ou de Pessoas, sendo que nessa última gera o grande problema...


Primeiro se “JESUS” é “FILHO DE DEUS”, “JESUS É DEUS”. Só que os Trinitários dizem que JESUS sempre foi, e sempre esteve com o PAI. E isso é absolutamente paradoxal, contrassensual. Porque o FILHO saiu do PAI, foi gerado pelo PAI, e para ser DEUS tem que ser o ‘Tempo’, tem que ser sem ‘Início’, sem Bereshit’ de dias, tem sempre que ter existido, não existe um início, uma eclosão.


E nesse caso, não se encaixa em ‘Hebreus 1’, nem ‘Provérbios 8’ que está falando da Sabedoria e tipologicamente se refere a DEUS.


‘Hebreus 1’, não está falando que DEUS foi gerado divinamente, mas, fisicamente no ventre de Maria o EMANUEL.


Então são muitas teorias a serem refutadas, mas para entender numa única linha, “DEUS é o TEMPO”. Veja a Trindade não como descrição trinitária, onde eles dizem; um só DEUS subsiste entre três pessoas distintas; Pai, Filho e Espírito Santo.


Veja como ‘Títulos’, ‘Manifestações’ ou ‘Fases’; PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO.


DEUS é o Tempo, ELE fez a humanidade e tudo que há para que ela viva. E isso em 6 dias como ensinei no vídeo “DNA de DEUS”.


Em 6 dias DEUS fez tudo o que o homem precisava para viver. Seis dias representam, 6 mil anos de livre-arbítrio para o homem, no sétimo, no sábado, nós temos o milênio, o descanso, o SHABAT. O Plano Cabal do SENHOR é de uma semana. DEUS sendo o tempo, de Eternidade à Eternidade, o que nós aqui pensamos ser muita coisa; para ELE é só uma semana, apenas uma semana...


“Considereis pois irmãos um dia para o SENHOR é como mil anos...” '2ª Pedro 3.8'


Sendo assim, veja que dentro dessa semana, aprouve a ELE se manifestar no primeiro tempo como PAI, 4 dias se passaram e era imolado o Cordeiro. Tipologicamente, sempre ELE prefigurando o que faria, descendo como segundo Adão e morrendo exatamente, no quarto dia, 4 mil anos.


Então durante quatro dias, domingo, segunda, terça e quarta, ELE se manifesta como PAI, na quarta ELE desce morre como FILHO, é gerado como FILHO, que sai de toda a divindade, de todo Seu poder, sujeitando ser como nós.


ELE passa aqui alguns minutos na Terra, apenas 33 anos e meio, tendo feito isso, envia o seu ESPÍRITO, o seu legado. E ELE está conosco em ESPÍRITO e agora por mais 2 dias, na quinta e na sexta-feira. Nós estamos na sexta-feira, se passaram quinta, esta quase terminando a sexta, e nós estamos num pré-sábado, quase que começando o SHABAT, quase começando o MILÊNIO, para encerrar esse Plano Cabal de uma semana...


DEUS é o Tempo, domingo, segunda, terça e quarta, se manifestou como PAI, na quarta muito rapidamente como FILHO, na quinta e na sexta como ESPÍRITO, por isso, que a blasfêmia contra o ESPÍRITO não tem perdão, porque agora ELE já morreu por nós. E tendo vindo e morrido por nós, ainda assim, existem pessoas que não acreditam na História Maravilhosa do Evangelho que é a História da Cruz e de Sua Ressurreição, do perdão dos nossos pecados. Qual outra História pode comover ou persuadir alguém, ou fazer com que alguém se arrependa?


Se alguém não se arrepender e não se transformar com essa linda História do Evangelho, será transformado pelo quê? É por isso que a blasfêmia contra o ESPÍRITO não tem perdão.


Com relação ao batismo de JESUS, DEUS é O EL SHADAY, uma pomba é pouco. ELE poderia trazer muitas pombas nos ares, nos céus, entre as pessoas, entre a multidão, uma voz é pouco. Poderia fazer isso de muitas formas, em ‘teofanias’, fez isso muitas vezes com Abraão, com Moisés, o vendo pelas costas.


ELE pode se manifestar como Anjo do SENHOR, com os três na fornalha ardente, ou fechando a boca dos leões como anjo ou mandar um anjo.


É muito pequena essa visão trinitária vinda de Constantino, para agradar os pagãos trinitários que sempre tiveram uma trindade.


A verdade é que se a Bíblia fala de uma Trindade, ela está falando de uma Trindade de Manifestações, de Etapas, de Tempos, onde DEUS que é o ALFA e o ÔMEGA, PRINCÍPIO e FIM . O MESMO Ontem, Hoje e Eternamente, se manifesta de três formas diferentes.


Tudo é tipológico, a Trindade é tipológica, é figuralógica, como ensinei no vídeo “A BÍBLIA NÃO É SAGRADA”, ela não pode ser levada ao ‘pé da letra’. Por isso que a Bíblia é ‘linguagem de criança’, para que a humanidade entenda, senão, não entenderia.


PAI, FILHO e ESPÍRITO SANTO é uma linguagem de criança para as pessoas entenderem...


Mas, o PAI está falando com o FILHO!... Ah! Mas, tem a voz do PAI... Ah! Mas, tem a voz do FILHO... Tudo isso continua até que você entenda as Escrituras como alegorias, parábolas, metáforas e tipologias.


“DEUS gosta de tipologias...”


O Velho Testamento todo é sombra, é aio, é emanado de tipologias, alegorias e pré-figurações. E ELE quando esteve aqui em carne, falava em parábolas e ilustrava, e depois vem Paulo pelo ESPÍRITO e continua ensinando através de alegorias e comparações, sempre paralelo, parafraseando, usando tipologias, e a Bíblia encerra com o Livro do Apocalipse, que são revelações dadas a João, emanadas novamente de tipologias...


A Bíblia toda é tipológica, por isso não pode ser levada ao ‘pé da letra’, por isso que levá-la numa ideologia, num viés místico, como sagrada, a pessoa acaba lendo e passando décadas de estudo, se debruçando sobre ela e não irá entendê-la. Como é o fato de muitas pessoas que nos acompanham hoje. Quase todos que estudam três ou quatro décadas lá no sistema, não entendem nada e vem para cá e começa aprender tudo do zero, e dizem pra mim que em um ou dois anos, aprenderam mais do que a vida toda.


Só que aí vem outro questão; a partir do momento que você aprendeu tudo que não aprendeu a vida toda, agora, é hora de trabalhar. Depois de ter entendido essas verdades, vamos ser grato e trabalhar. O problema é que muitas pessoas aprendem, se isolam e vivem inertes, num desigrejismo lamentável, nós estamos aqui para refutar isso também.


Então, a linguagem continua. ELE é o Cordeiro, o Advogado até o final.


Quem desce para governar? ELE


Quem desce nos ares? ELE. Mesmo ELE estando nos Céus já ressurreto.


Quando Estevam olha os Céus abertos; para quem ele olha? Para o PAI ou para ELE? Para ELE. A Destra é a Glória, ELE é a Corporificação.


JESUS é o próprio PAI DA ETERNIDADE. Por um tempo como Cordeiro, Advogado, e FILHO.


FILHO não é no entendimento que você aprendeu, não é como seu filho, como filho de alguém; FILHO não é no sentido de geração carnal. É no sentido de ter saído da Glória do PAI. Então permanece esse diálogo entre PAI e FILHO para que você entenda.


Em ‘João 17’ do Grande EQUI “Eu Quero Uma Igreja”, JESUS estava orando para ELE mesmo? Não, ELE estava orando por você...


“PAI que eles sejam UM como TU E EU SOMOS UM...”


Vem o sarcasmo, aquela ironia dos trinitários. Então quer dizer que ELE é ventríloquo, que está orando para ELE mesmo. É um tipo de ironia e de deboche que vai contra o próprio trinitário. É mais fácil ser humilde e aceitar que DEUS é "UM", ECHAD, a perfeição única de DEUS em Seu Povo.


JESUS é YAHSHUA até no nome DELE, nós entendemos que ELE é UM, porque o tetragrama é YAH de ALELUYAH, Louvai a YAH. Quando chega JESUS, esse nome que conhecemos hoje, que no hebraico é YESHUA, YAHSHUA. Quer dizer O YAH que SHUA.


“O YAH”, “O PAI” no Tempo de PAI, nos quatro dias de PAI; que SHUA, que salva, liberta, o Libertador, o Salvador. No nome DELE está a revelação de que ELE é o PAI da ETERNIDADE, ELE é o EMANUEL, é o DEUS, o VERBO que se fez carne ‘João 1.1’.


Depois que todas essas coisas se passarem... Quem vai estar no Grande Trono Branco? ELE...


Quem vai ser o Juiz? ELE.


Cadê O Advogado, O Cordeiro, O FILHO? Não tem mais. E pra encerrar esse entendimento da Trindade. Se existe uma Trindade, é de TEMPOS.


JESUS é o PAI, essa é a diferença entre nós e os unicistas. Nós somos monoteístas porque a Escritura é monoteísta.


Tudo o que o SENHOR nos ensinou, é que devemos ser monoteístas. Só existe UM.


UM CRIADOR. ELE é UM e não unicista. A diferença sutil é que o unicista acredita que JESUS é o PAI. E o PAI é JESUS.


Quando na verdade JESUS é o PAI, mas, o PAI não é JESUS, isso é o que nós ensinamos.


Os unicistas dizem que o PAI é JESUS. JESUS só existe para que a Igreja e Israel reine com ELE, para que tenhamos o Juízo Final, no Final da Semana de 7 Mil Anos. E a partir daí, a figura de JESUS, o corpo de JESUS desaparece. ELE volta a ser ESPÍRITO, ganha um Novo Nome e nunca mais o veremos, mas, só Sua Glória que nos alumiará para ‘Todo o Sempre’, de ‘Eternidade a Eternidade’, até que existam novos planos DELE.


Esse é o Plano de Salvação para o homem, o Plano da Sua Criação Humana, que compreende uma corporificação DELE, para que possamos vê-lO, abraçá-lO, senti-lO, conversar com ELE, senão não poderíamos tê-lO. Porque ELE é ESPÍRITO.


JESUS é a forma que ELE deixa de ser ESPÍRITO e passa a ser mais humano.


“JESUS é a pessoa que na verdade não existe.”


“JESUS”, essa representação, essa corporificação é temporária, não é que não existe. ELE existe temporariamente. Porque DEUS o nosso CRIADOR, ELE é Toda Glória, é o Tempo, é toda matéria e antimatéria, ELE é tudo. Não se pode quantificá-lo. Por isso que ELE é Onipresente, Onipotente e Onisciente.


E JESUS é a forma temporária para que nós possamos entendê-lO um pouco mais, visto que nós somos feitos à Sua Imagem e Semelhança, mas, em Seu poderio completo, em Sua plenitude. ELE é atemporal, embora seja o Tempo.


ELE não pode ser explicado por unidades de medidas, espaço, matéria, antimatéria, tempo. ELE é tudo isso...


Se existe uma Trindade, é de Tempos aonde JESUS é uma forma carinhosa, de muito amor do CRIADOR, para que você possa abraçá-lo. ELE corporificou-se, tornou FILHO. Saiu de Toda Glória, para que você possa reinar com ELE, sentar ao lado DELE, abraçá-lO, ouvi-lO e depois de tudo isso ELE julgará todos como Juiz Justo, então de Eternidade a Eternidade...


ELE ganhará um Novo Nome e voltará a ser ESPÍRITO, e será o nosso Sol, a Luz que vai iluminar a todos nós...



© 2020, by AKEL, fundador da Filosofia EX, since 2012.