Buscar

#145º de 777 ✅ Você ACEITARIA JESUS de novo?

Atualizado: 15 de Set de 2018


Você aceitaria IESUS CHRISTUS novamente, O conhecendo sem véus?


PARÁBOLA de AKEL


Havia uma mulher em uma pequena cidade, ela conheceu um rapaz, ele era perfeito, bondoso, amoroso, deu presentes para ela, para seus irmãos e seus pais. Um dia ele pediu a sua mão em casamento e ela feliz e emocionada aceitou… O dia do casamento foi marcado, mas antes que chegassem ao altar, pessoas que realmente a amavam, disseram para ela que o rapaz que ela dizia tanto amar, havia destruído uma família toda, que prejudicaram a família dele no passado. Também contaram para ela, que o rapaz já havia feito muitas vezes algo semelhante com outras famílias opositoras da sua. Por fim, um verdadeiro amigo lhe disse que o rapaz, embora fosse bom e amável, não aceitava erros e não tinha a formosura que ela pensava, mas que sim, o jovem a amava mais que tudo, e morreria por ela... A moça em profunda decepção e desespero, chorando terminou o noivado, e partiu triste sendo consolada pela família que dizia, “você encontrará outro rapaz, formoso, bondoso e poderoso para te proteger...”


Desde a primeira lista na História da Cronologia do Paganismo Protestante e Católico, nos mostram a origem dos dogmas, criados a fim de artificializar a conversão cristã, mas hoje apresento a vocês escrutinadamente a verdadeira História do CONVERTERE...


João discípulo do SENHOR, nunca pregou rituais nem invalidou a GRAÇA do Sacrifício da Cruz. Mas ele teve um discípulo que se chamava Policarpo, o qual foi conservador, e começou a ceder à necessidade de tradições. Policarpo também teve um discípulo, e esse discípulo dele, ‘Santo Irineu’, voltou a pregar o batismo ritual necessário para salvação.


Então, de “chata’a” já temos “pesha”, com o Bispo Orígenes que disse: “As manchas do nascimento são apagadas pelo mistério do batismo...” De “pesha” a “avon”, o 'descaminho' levou o Imperador Romano Constantino 323 d.C iniciar a conversão em massa. E assim a conversão se transformou em uma grande prática superficial e artificial...


De “avon” chegamos à “apostasia”, o pleno descaminho da originalidade jesuína. Então no século VII apenas eclodiu a prática da confissão particular, secreta e privada, sendo assim instituído o sacramento da penitência para todos os membros pecadores da ICAR.


A confissão auricular de pecados ao sacerdote no lugar do CRIADOR, instituída por Inocêncio, no Concílio de Latrão em 1215... A Reforma de Lutero, Calvino e Knox trouxeram um banho de sangue, batismos de ódio e os fundamentos teológicos permaneceram... SOLA SCRIPTURA e só a FÉ, invalidaram ainda mais o propósito de um Novo Testamento.


Se existisse um “Aceitar a JESUS”, é o perdão, a possibilidade de uma nova chance, que chamamos de GRAÇA, de NOVO TESTAMENTO...


Embora o sistema fale da "Graça", mas não pregam sobre ela e isso confunde ainda mais. O sistema só prega perdão contínuo, onde uma pessoa nunca é perdoada completamente, tem que estar sempre se confessando, orando, buscando, santificando é um processo contínuo de guerra contra o Mal... Como se o Sangue de CRISTO, o Novo Testamento fossem o mais fraco acordo, testamento ou aliança já assinado por um REI. Eles tornam a assinatura do REX IESUS como o pior testamento que já existiu na Terra, como o mais fraco de todos... A pessoa está sempre endividada... E o que é o que o Mercenário faz a não ser sempre endivida-la?


Em “JOÃO 10” os “lobos” representam homens demônios que fazem o Mal sem a fé, os “estranhos” e “mercenários” do texto, são os sacerdotes, as lideranças, aqueles que fazem mal em nome da “Fé”. Se as pessoas não são pegas pelos que fazem Mal através da fé, são pelos que fazem Mal sem a fé...


E as ovelhas no meio de lobos, que somos nós as pessoas do Bem, filhos de Abel... Que precisamos estar cientes sobre os falsos sacerdotes; esses quando veem que o Mal do mundo cruel, vem para dispersar, arrebatar e destruir as ovelhas, eles fogem porque são covardes... Eles fazem toda a trama e conspiração para matar alguém, mas não tem coragem de manchar as próprias mãos de sangue. Então, são eles que trazem os lobos para o meio das ovelhas, enviam um mercenário contratado para o meio delas e eles acham que a anuência e a complacência diante de DEUS estão perdoadas... Sempre foi assim na História, com Jeremias, Ezequiel, entre outros; os profetas sempre sofreram nas mãos dos sacerdotes...


Judas matou JESUS? Não diretamente... Quem O matou foram os que compraram Judas, que planejaram, conspiraram... Quem matou JESUS? Os romanos, mas quem é que fez tudo por trás? Na verdade, na verdade vos digo, é capaz de todos aqueles pagãos romanos que crucificaram JESUS serem perdoados... Mas quem realmente O matou foram os “Sacerdotes Judeus”, que arquitetaram a sua morte, compraram e financiaram ela, sabiam de tudo, tinham planejado durante três anos e meio contra JESUS, até O pegarem...


Alguns padres protestante nunca fizeram apelo ou confissão pública, como George Whitefield, Jonathan Edward e John Wesley...


No começo a conversão era feita após o sermão, o fim da liturgia, onde se reunião com “pastores” pedindo aconselhamento. Quando chegamos no século XX, nos EUA, os “ministros” criaram o “APELO” como um meio visível de medir a resposta das pessoas às suas mensagens...


Alguns dizem que Charles Finney (1792- 1875) foi o “PAI DO APELO”.


Houve resistências, batistas e metodistas conservadores diziam que o apelo, “Aceitar Jesus era uma falsa segurança.”


Eis então, no ápice da “conversão artificial”, século XX, surgem as cruzadas de Billy Graham na televisão, que dizia: “Suba ali, desça aqui, eu quero que você venha! Se você estiver com parentes e amigos, eles vão esperar por você, os ônibus vão esperar por você. CRISTO percorreu todo o caminho da Cruz porque ELE o amava! Certamente você pode dar alguns passos e dar a sua vida a ELE!”


Os ainda profanos precisam entender que, perpassa, cruza, uma conversão mesmo sendo artificial em método, dogma e empirismo, individualmente como orgânica, original e verdadeira... E é isso que importa, pois o ABSOLUTO somente lê intenções e desejos.



GRAND FINALE


Diferenças entre o JESUS Teológico e o JESUS VERBO, O CRISTO ORIGINAL.


JESUS da Teologia: JESUS de Amor, Santo e Bom.


JESUS Verbo: JESUS Severo, Terrível, Justiceiro, Vingativo e Mal.


1ª Característica de JESUS segundo a Teologia: “Amor É um Pai de amor, que dá proteção, provisão, promoção, privilégio, Graça. O Deus que interfere pela fé mística, perdoa todos os erros... Aquele que já venceu por nós, mas que incoerentemente precisamos seguir rituais, liturgias, dogmas e sacrifícios...


2ª Característica Principal de JESUS segundo a Teologia: “Santo Santa igreja, santa missa, santo culto, santo altar, santo papa, santo padre, santa Maria, Bíblia sagrada, santos homens, santa ceia, as indulgências e amuletos sagrados... O objetivo é divinizar o divino, tornar vendável a imagem de Jesus, o Seu Nome, a sua História, divinizar anjos, tudo é santificado, numa intenção redundante e pleonasmo comercial.


3ª Característica JESUS segundo a Teologia: “Bom” ELE é o Bem, não criou o MAL, sabotaram, traíram, Lúcifer a diabolização. E na Idade Média, anjos da morte, diabo, demônios, satanização, heresias, seitas e hereges, fogueiras, inquisições, ódio ao Mal, aniquilar o pecado e os pecadores que não se convertem...



REX IESUS CHRISTUS, O INRI, O DOMINUS, O VERBO, A SABEDORIA!


O VERDADEIRO IESUS é Amor e Justiça, Amor e Severidade, Santo e Terrível, Bondoso e Destruidor, esses vocês não aceitam!


E agora, você Aceita esse SALVADOR, O VERDADEIRO? Ou sua fé é falsa, que só aceitou, confessou e batizou, em Nome de JESUS Teológico, de Amor, Santo e Bondoso?


Só amam a sua Dextra, não O amam de todo coração, nem O amam como ELE É!


Existem 2 Bilhões de católicos, 700 milhões de protestantes, e quem aceitaria hoje o Verdadeiro FILHO de DEUS “FILIS DEI”?


Adão e Eva aceitaram seu CRIADOR até que lhes foi ofertado algo melhor, mas ali estava sua queda...


Já Jó, é a poesia perfeita do verdadeiro “ACEITAR JESUS”! Ele aceitou, o VERBO, no hebraico é exatamente ESSE... Aceitou o BEM “DEUS teológico”, mas também, aceitou o MAL “Diabo”...



Quantos aceitariam O CHRISTUS ORIGINAL se fosse feito o “Verdadeiro Apelo”?



© 2020, by AKEL, fundador da Filosofia EX, since 2012.