#59º de 777 ✅ O INFERNO NÃO É para SEMPRE

Atualizado: 9 de Jul de 2018


Para entender essa GRANDE REVELAÇÃO levando em consideração, que apenas três a cada dez pessoas que me assistem no PROGRAMA "LUX MEA LEX" estão preparadas para compreenderem estes ensinos. É necessário ter colado os graus anteriores e entendido que existem mais e menos açoites, mais e menos castigo na CONSCIÊNCIA e não fogo físico, mas metafisicamente a pior dor, o pior castigo, ocorre na alma conscientemente arrependida.


É importante ter aprendido que o “Hades” é um lugar projetado por holograma dentro da consciência humana, onde a pessoa sofrerá de acordo com suas más obras por uma eternidade. Ter compreendido que o “Geena”, o “Grande Lago de Fogo” é o lugar onde o próprio “Tártaro”, abismo, e o próprio "Hades" serão lançados, tudo metaforicamente como linguagem de criança... Esse fogo metafísico purificador é de onde os adventistas e outras religiões criaram diversas heresias como aniquilamento da alma, sendo que o “Geena” é apenas uma expressão simples e tipológica para explicar como tudo acabará após o Juízo Final, mostrando que o MAL será sim, aniquilado. O CRIADOR que criou o BEM e o MAL; LUZ e TREVAS, dissipará as TREVAS para todo sempre...


Quando Eva foi enganada pela Serpente e com Adão expulsos do Jardim, iniciou o “Cronos” o tempo do homem, mas fora daqui, quando encerrar essa semana (7 mil anos) voltaremos para o tempo de DEUS de “Eternidade a Eternidade”, isto é, ELE É O TEMPO.


Eternidade portanto é o tempo suficiente para um castigo ou descanso. A expressão “para sempre” é equivalente a uma eternidade. A existência do Inferno para todo o sempre, como se nunca acabasse foi criada pela ICAR na Idade Média para criar pânico e medo, sempre com a motivação principal de dominar pessoas. De um extremo para outro, hoje muitos desigrejados foram enganados por ouvir quem não tem DOM, e não acreditam mais em castigo por uma eternidade. Eles ainda não conheceram essas verdades que você está conhecendo através desse estudo.


Para os Judeus, desde sempre, a alma precisa passar por uma série de purificações para poder entrar no “Gan Éden”, conhecido como "Paraíso". Muitos chamam esta fase de "inferno ou purgatório", mas o Judaísmo acredita que o inferno não é uma punição, mas um sofrimento espiritual um processo de refinamento pelo qual a alma precisa passar para se purificar dos pecados cometidos e elevar-se nos diferentes reinos espirituais. Só então a alma vai para o Gan Éden”, onde estuda os segredos mais profundos da Torá e é envolvida pela Presença Divina.


É com base nisso que o ‘Papa’ Gregório criou o Purgatório, baseando-se na concepção do antigo SHEOL do Antigo Testamento.


“Sheol”, hebraico, é o “túmulo”, “cova” ou “a sepultura”, (daqui surgem os erros achando que o inferno é apenas a morte na sepultura ). É claro como já expliquei no grau anterior O INFERNO NÃO EXISTE que a palavra “inferno” vem do latim, significa “partes inferiores”, foi acrescida depois assim como muitas palavras foram: trindade, bíblia, ekklesia ou igreja, e nem por isso estão erradas, tem etimologias certas, desde que com interpretação adequada.


Quem criou essa palavra “Sheol” sabia muito bem que etimologicamente significa “sepultura”, mas sempre foi na concepção deles, um local metafísico de purificação espiritual ou punição para os mortos, sendo obrigatoriamente um local o mais distante possível do Céu. Segundo alguns judeus o período da purificação ou punição é limitado à apenas 12 meses, onde os sábados são excluídos da punição.


Após esse período a alma irá acender ao "Olam Habá", o mundo a vir, ou ficará permanentemente em castigo se for muito má. Acontece que o Cristianismo de Constantino, Calvino, Lutero e Pentecostais, não podiam falar isso para o povo leigo, pois onde ficaria seu domínio? Se o povo descobrisse isso, eles temiam e temem até hoje, que não possuam mais controle sobre as pessoas.


No judaísmo o local de purificação espiritual ou punição para os mortos maus é conhecido como “Gehinnom” (Vale onde JESUS em carne citou como comparação aos castigos da eternidade - Lixão da cidade de Jerusalém, onde já foi lugar de incineração de crianças aos deuses pagãos) ou Sheol.


Esse lugar é metafísico. Eles sempre acreditaram no sentido figurativo para um local onde eram reunidos os mortos.


A palavra “Hades” ‘submundo’ substituiu “Sheol” quando por decreto as escrituras hebraicas foram convertidas para o grego (ver Septuaginta) na antiga Alexandria por volta do ano 200 a.C.



GRANDE REVELAÇÃO


O INFERNO pregado pelos CRISTÃOS não EXISTE. O PURGATÓRIO criado pela ICAR para facilitar a compreensão do DEUS CRISTÃO e a conversão de mais pessoas, é na verdade o SHEOL dos JUDEUS e o INFERNO dos PROTESTANTES e EVANGÉLICOS.


Traduzindo: Não existem PARAÍSO, Inferno e Purgatório, mas sim PARAÍSO (DESCANSO) no MILÊNIO, na NOVA JERUSALÉM que descerá no Milênio, e a NOVA TERRA e CÉUS depois do Milênio... E INFERNO, SHEOL, PURGATÓRIO, HADES são a mesma coisa... O GEENA é a explicação para a ANIQUILAÇÃO eterna do MAL, ou seja, destruição de todo o REINO do MAL. Ali também MORRE a própria MORTE, a possibilidade de MORRER.


Portanto, o inferno conhecido pelos evangélicos, carismáticos e católicos, é na verdade um estágio de purificação, depuração temporária, por uma eternidade onde alguns terão uma NOVA CHANCE em um novo mundo separado de nós, os salvos que descansaram para sempre com CRISTO, e as más almas que mesmo em depuração não se arrependerem, nem com severos açoites de castigo metafísico na CONSCIÊNCIA, serão lançadas no GEENA.


Alguns judeus acreditam que as almas excessivamente más, que vão blasfemar por uma eternidade no castigo de sua consciência, ao invés de arrepender-se, serão aniquiladas no GEENA, outros acreditam que esses sim, nunca morrerão, nunca terão nova chance, mas serão de eternidade a eternidade atormentados. Ou seja, existe uma nova chance mesmo para os perdidos no inferno, depois de uma eternidade de sofrimento de acordo com suas obras, mas essa chance tem limite, será até o dia da Ressurreição, da última morte, ‘Apocalipse 20’ até iniciar o Grande Julgamento do Trono Branco. Se até a ali as almas em sofrimento não se arrependerem, não terão mais uma nova chance.


Isso tudo com base em tantos anos de estudo, e conferindo o que os mais puros judeus sempre entenderam, e acreditaram, lendo a Torá e o Tanakh.


Muitos estão no CAMINHO LARGO (sistema-mundo) e poucos no CAMINHO ESTREITO, caminho do Evangelho, do NÃO Ter, Ser e Poder. No original, “muitos” é “quase todos”. ELE diz sobre a Grande Tribulação: Quando voltar acharei fé na Terra?


Os salvos são como areia da praia, mas os perdidos são muito mais...


Tenho ensinado que em 3 anos e meio, JESUS pregou à aproximadamente 100 mil pessoas, e destas organicamente só 120 acreditaram e seguiram seus ensinos ‘Atos 1’. Matematicamente são 12 a cada 10 mil pessoas.


É evidente que a HISTÓRIA DA CRIAÇÃO que O CRIADOR fez é PERFEITA. Quase todos serão condenados e sofrerão por um longo tempo, por uma grande eternidade, segundo suas obras más, mas no ardor do fogo metafísico que é o símbolo perfeito da depuração, castigo da CONSCIÊNCIA, aqueles que aceitarem O CASTIGO poderão ser levados a um novo mundo.


Nós os salvos, não. Nós estaremos com ELE diretamente, REINANDO e DESCANSANDO até que ELE tenha NOVOS planos para nós, que com certeza serão sempre os melhores.


A consideração por nós é tão grande que julgaremos os anjos.


ESSE ENSINAMENTO ERRADICA DE UMA VEZ POR TODAS AS MURMURAÇÕES DE UM DEUS INJUSTO QUE INTERFERE E CRIOU O HOMEM PARA CONDENÁ-LO AO CASTIGO ETERNO.


Onde estão os sábios que vão entender? E os tolos que vão me apedrejar?


Leia sobre tudo isso que afirmei acima, essa Grande Revelação, já dada em entrelinhas pelo Apóstolo Paulo... ‘I Coríntios 3.10-15’. Por isso o BATISMO com FOGO existe... O batismo com fogo é a depuração para todos os perdidos. E agora você entende porque POUCOS serão SALVOS? É como alguém que vai para a prisão (fogo, castigo), sem antes SER JULGADO... Após ser julgado recebe punição permanente ou é absolvido...


ESSE é O CRIADOR que eu CREIO, um DEUS JUSTO. E você?


Quem ouvir isso e PECAR DELIBERADAMENTE já está condenado...


Os salvos mesmo sabendo que salvação não se perde, não vão PECAR pois são salvos. Quem se aproveita de algo, e usa como pretexto para PECAR, NUNCA foi um SALVO...



© 2020, by AKEL, fundador da Filosofia EX, since 2012.