Buscar

#72º de 777 ✅ DEMÔNIOS, ESPÍRITOS MALIGNOS ou DOENÇAS MENTAIS?

Atualizado: 14 de Jul de 2018


As mais antigas referências à “possessão demoníaca” vem dos sumérios, que acreditavam que todas as doenças do corpo e da mente eram causadas por “demônios de doenças”. O paganismo sempre agiu assim, sem discernimento, rogando para um espírito maligno proteger a pessoa de outro espírito maligno, ou pedindo aos deuses para expulsar os demônios que invadiram seus corpos.


É por isso que os fariseus se referindo a JESUS diziam: “ELE está expulsando esses espíritos, porque ELE está com o príncipe desses espíritos,” com o chefe, com esse gênio. Os gênios, Filhos de DEUS conforme 'Gênesis 6', desceram a terra, tiveram relações com as mulheres, e dessas relações nasceram os gigantes anaquins e nefilins, que morreram no Dilúvio e em outros momentos, como nos dias de Moisés.


Esses gigantes morreram por que causaram toda espécie de corrupção e violência na raça humana. Tudo de terrível que acontece hoje em dia, nada se compara àqueles dias do Dilúvio, a coisa estava tão generalizada, que só se salvaram oito almas. Eles morreram com o Dilúvio e por serem seres híbridos, esses espíritos surgiram, mas eles são na verdade, filhos dos Filhos de Deus.


Se analisarmos as culturas xamânicas, e assim como outras muitas vertentes do espiritismo, hinduísmo, e outras ramificações pagãs, os pentecostais, neopentecostais e carismáticos estão expulsando espírito maligno com espírito maligno, é só mais um teatro de oferendas. Pessoas que vivem desse paliativo e nunca são libertas.*



Como explicar ‘LUCAS 11.24-26’


“Quando o espírito imundo tem saído do homem, anda por lugares secos, buscando repouso; e, não o achando, diz: Tornarei para minha casa, de onde saí, e chegando, acha-a varrida e adornada. Então vai, e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entrando, habitam ali; e o último estado desse homem é pior do que o primeiro”.


Já falamos que os espíritos malignos preferem os lugares ermos ‘Tobias 8.3’; ‘Marcos 5.10’ e ‘Apocalipse 18.2’, mas o que eles tem como favorito mesmo é o lugar vazio do ser humano, o deserto do coração. Os judeus sempre acreditaram que se uma pessoa está com “espiritualidade baixa” atrairá os espíritos malignos, e é nesse momento que eles passam a chamar o corpo da vítima de hospedeira, de “minha casa” e meu templo”. Se o ESPÍRITO DE DEUS está no seu canal de comunicação que é dado por ELE ‘seu espírito’, então jamais um espírito maligno poderá entrar e habitar ali.


Seu corpo pode ser habitação de DEUS ou de espíritos malignos... Ser espiritual é ser desapegado da matéria. A pessoa se torna um terreno propício para demônios, quando ela fica materialista.


Entretanto o significado do texto de ‘Lucas 11’, nada tem a ver com espíritos malignos.


Como eu sempre ensino: A BÍBLIA NÃO É SAGRADA E MÍSTICA. Mas aqueles que assim a tem, saem dizendo e repetindo tolices que nunca entenderam: “Se você desviar da ‘igreja’, entram 7 demônios dentro de vocês, cuidado!” Não é assim que o misticismo tolo diz?


Quer orar por uma pessoa e saber se ela realmente tem espíritos imundos? Veja o nível de carnalidade, ou seja, de materialismo dela, porque quanto mais materialista ela for, mais propícia ela é para ser um templo de Mamom. Porque não pode adorar a dois senhores, não se pode ser habitação de dois senhores... (Assista a videoaula tema e saiba a interpretação certa do texto de ‘Lucas 11’).



DOENÇAS MENTAIS


Como falei acima é comum ver pessoas que falam tanto em DEUS extremamente religiosas e legalistas, mas no entanto, apresentam vários sintomas de insanidade mental. São síndromes, insônias, visões, epilepsia, lunatismo, falam sozinhos em público, são descontroladas e bipolares.


Desde o século XIX a medicina começou a questionar as possessões demoníacas, que podem ser na verdade manifestações de doenças psiquiátricas. Foi por isso que, depois de séculos sem revisar seus métodos, em 1999 o Vaticano alterou suas diretrizes de exorcismo e passou a reconhecer algumas situações, como surtos mentais decorrentes de problemas médicos, e não necessariamente espirituais.


Ora, alma é psique uma coisa está absolutamente ligada à outra sem anular a existência e a possessão dos espíritos maléficos.


Por causa dessa grave falta de entendimento que ‘pastores’, ‘padres’ e outros exorcistas sofreram e sofrem às vezes para expulsar um ‘demônio’. Ou eles não estão na autoridade do **Nome de JESUS, ou na maioria das vezes, são pessoas ‘fingindo’ e/ou com problemas psicológicos. Como o espírito vai sair se a pessoa é insana? E nem sempre insanidade é causada por espíritos malignos, mas geralmente sim, eles se aproveitam de uma “casa nessas condições”.


COMO SABER SE SÃO ESPÍRITOS MALIGNOS E NÃO UMA DOENÇA MENTAL SEM A PRESENÇA DELES?


-Espíritos malignos conhecem objetos e fatos que só eles sabiam. Uma pessoa possessa pode, por exemplo, citar espontaneamente, ‘sem ser entrevistada’, que existem objetos escondidos debaixo de uma casa, algo que o possuído não tenha como saber de fato;


-A força é sobre-humana, bem anormal pela idade ou pelas condições físicas da pessoa. Doenças mentais também apresentam essas condições, mas os espíritos malignos agem paranormalmente. Uma pessoa possessa pode saltar muito alto ou quebrar algo com uma força surpreendente, que ele, naturalmente jamais conseguiria;


-Se manifestam com uma agitação psicomotora sem explicação, não responde à terapia farmacêutica sedativa.


-Clarividência do passado e do futuro ‘sem entrevistas’. Vários casos descritos como “possessão demoníaca”, são quadros típicos de esquizofrenia, que é uma doença muito comum atualmente.


Veja a importância do dom pastoral, da psicologia pelo ESPÍRITO, como sempre ensino, em nossas reuniões orgânica como Ekklesia.


Diferente dos católicos e evangélicos que usam fórmulas para exorcizar, JESUS CRISTO ordenava que os espíritos malignos saíssem, sem fórmula, sem água, sem amuleto, sem demorar horas, dias ou meses, eles simplesmente saiam imediatamente.


Muitas doenças físicas, são sim, trazidas e implementadas pelos espíritos malignos. É possível, como JESUS nos deixou referência, expulsarmos uma casta de espíritos e no mesmo momento a pessoa ser curada, se as doenças são oriundas de trabalhos espirituais. Geralmente isso ocorre com pessoas que frequentaram lugares para ter contato com esses espíritos ou pertencem a famílias pagãs que cultuam veladamente esses “deuses-espíritos”. Dando-se legalidade, eles habitam.


Sabedoria é indispensável para uma reunião orgânica ou trabalho externo do Evangelho: discernir, julgar os espíritos, entender, ter visão, para não ter erros.



Recomendados:

*Filme Regressão

**O NOME DE JESUS PERDEU PODER?

O NOME DE JESUS NÃO TEM PODER




© 2020, by AKEL, fundador da Filosofia EX, since 2012.