Buscar

#44º de 777 ✅ Existe DÉJÀ-VU? O PODER da MENTE

O efeito “Déjà-vu” não é para algumas pessoas ou privilégio de alguém. Todos passam por isso pelo menos uma vez na vida. É um processo de confusão mental.


É a impressão falsa de que já estivemos ali, naquele lugar, que já vimos aquilo ou de que estamos com pessoas num determinado lugar, com objetos, com animais. É a sensação de que aquilo já aconteceu antes, mas não dá para lembrar perfeitamente, como e a quanto tempo foi ou de que forma foi...


Existem alguns efeitos Déjà-vu que são tão pujantes, que chega deixar na pessoa, a sensação de que não só já viu aquilo que está acontecendo, como sabe o que vai acontecer logo depois.



O QUE É ENTÃO “DÉJÀ-VU”?


É um termo em francês que significa “já visto”.


Os primeiros “Déjà-vus” começam acontecer quando crianças, e eles aumentam muito na adolescência, diminuindo depois dos 30 anos de idade, que é a antiga e verdadeira maioridade, psicológica, emocional e física.



O que diz a ciência sobre Déjà-vu?


Quando a pessoa observa algo rapidamente sem tempo de prestar atenção, isso fica registrado na sua memória, no inconsciente, e mais tarde, acontece o fenômeno déjà-vu, onde ela se impressiona em já ter vivido aquele momento que de fato aconteceu previamente um dia, mas num lapso de tempo tão pequeno, que ela não consegue lembrar conscientemente, mas o seu inconsciente, o faz viver através da memória, mesmo que curta e limitada.


E isto também acontece com os sonhos, pois pessoas sonham com isso criando fantasias com aquela cena, fato ou situação. E existe ainda a memória falsa.


O misticismo quando vinculado e aliado ao pentecostalismo cria façanhas, as pessoas sonham com coisas e dizem que é DEUS, elas tem vontade de alguma coisa, e é o consciente racional ou o inconsciente irracional; e elas afirmam que é DEUS, o ESPÍRITO SANTO ou diabo, que está falando com elas. E é assim que funciona na vida de um crente pentecostal. Ele fabrica a voz de DEUS.


Em relação aos sonhos, muitos não sabem; que a maioria dos sonhos, são continuação de uma imagem interrompida. A pessoa viveu alguma situação, viu algum filme, esteve ouvindo alguma conversa; principalmente rádio, que mexe muito com o nosso setor de criação e imaginação.


Também pode acontecer, de uma pessoa ouvir alguém falando, ouvir uma história, e nem saber que o nosso cérebro é tão potente; que alguém pode estar falando com uma pessoa na sala e ouvir ao mesmo tempo uma conversa na cozinha, racional ou irracionalmente, consciente ou inconscientemente e aquilo fica armazenado, e futuramente pode vir a ter continuação. Onde? Nos sonhos.


Então eu diria que os sonhos são a continuação dos pensamentos interrompidos.


Como no HD ou qualquer hardware, software, arquivo em nuvens, qualquer armazenamento digital, nosso cérebro é igual o mesmo processo; existirão sempre falhas na recuperação de arquivos, de pesquisa, de termos, e falhas também, nas comparações dos arquivos. O nosso cérebro faz essa mesma confusão por ser limitado.


O déjà-vu é também a confusão mental de memórias, de curto e longo prazo, causando a impressão de que o presente é repetição do passado, a confusão é tão grande, que um lado do cérebro vai trabalhar para dizer que já aconteceu, enquanto o outro lado dirá o contrário.


Agora imagine isso que é absolutamente normal, orgânico, esse processo, esse fenômeno déjà-vu, acontecer na vida de um místico. O quanto essa pessoa vai criar fatos, visões, vozes de Deus, do diabo, vozes de um ente querido que morreu, do anjo, do Espírito e de qualquer outra metafisicalidade que possa lhe valer um sinal, para endossar a sua fé.


Em casos mais graves pode ser uma epilepsia do lobo temporal. Nesses casos existem um déjà-vu intenso podendo gerar até convulsões.



“JAMAIS-VU”


Existe também o fenômeno contrário o chamado “jamais-vu” nesse caso, a pessoa usa a razão, mas, de forma límpida e perfeita, o consciente faz lembrar que aquela situação aconteceu de fato, mas não uma repetição, mas algo parecido, embora já tenha vivido o momento parecido, não é uma sensação, mas uma certeza racional.


São todos fenômenos parecidos, da capacidade do nosso cérebro, Deus nos fez assim...



“PRESQUE-VU”


Existe também o “presque-vu”, é quando você tem uma palavra, nome, termo, na ponta da língua, mas não consegue falar ou demora lembrar. Portanto nada disso é paranormal ou místico.


Por isso a importância do “Trabalho EQUI" e de eu AKEL lutar contra o misticismo.


Se a nossa mente tem esse poder orgânico; poder no sentido de conseguir, capacidade de criar fatos, fantasias, fabricar... Imagina isso potencializado pela religião, pela fé, superstição e o misticismo.


Imagina, esses fenômenos naturais da mente, aliados ao misticismo, a pessoa mística?



Definição de Misticismo


“Igreja Orgânica” tem tantos sinônimos, mas o principal, da raiz, etimologicamente falando, é que orgânica significa original. Místico é o contrário de ser orgânico.


A pessoa mística apenas crê, só fé, sem fazer uso da razão, e se o faz, faz muito pouco uso, que a leva fabricar falsas obrigações, fica escrava de suas compulsoriedade, credos, dogmas, preceitos, doutrinas, temendo coisas sem valor, se culpando, e amedrontando o medo, que faz evoluir, crescer. Ela trava, bloqueia o medo de evoluir, depositando a confiança plena em coisas sem sentido. É guiada por emoções e experiências, que não tem como comprovar, mas em sua mente é real.


A pessoa mística crê em presságios e sinais, em privilegismo, que não passam de fatos causados por coincidências fortuitas, coisas que acontecem esporadicamente, apenas coincidências.


Eu já ensinei sobre os “4 Fs” dos milagres falsos, aplique eles a tudo, para abolir de você o misticismo. Quais são os quatro exemplos? *“Fabricar, Falsificar, Fidelizar, Faturar.”


“Fabricar”: O que é de DEUS ou do diabo, permitido por DEUS, não é produto da mente, criado pelos mercenários, é orgânico acontece sem que ninguém chame, invoque ou incorpore, ou fabrique com campanhas, através de indulgências, com ponto de contato, fazendo invocações, incorporações, chamando, artificializando, entretendo, distraindo, fabricando. Se fabrica não é verdadeiro.


“Falsificar”: O que é do CRIADOR é perfeito não é feito pela metade, aos poucos, não deixa em dúvida ou confuso. Deixa todos atônitos dizendo isso foi sobrenatural!


“Fidelizar”: O que é do SALVADOR é sempre com sentido único de salvar, de dar liberdade e não prender, escravizar, tornar prosélito, membro, adepto, fiel ao patrocinador.


“Faturar”: O que é de YAH O TODO PODEROSO tem que ser de graça e por Graça, jamais será cobrado, comercializado ou vinculado a interesse de vantagens pessoais.

Por fim, vamos falar da “falsa memória”.



“REGRESSÃO”


Muitas células eclesiásticas, G 12, M 12, G 6, comunidades e denominações novas, fazem retiros, encontros para casais e jovens, com várias técnicas psicológicas; como hipnose, regressão e musicoterapia, emocionalismo...


O filme **“Regressão” nos serve como exemplo para esse assunto:


Neste filme, por causa de falsas memórias de um psicólogo em descobrir um caso através da técnica de regressão, um homem acaba sendo preso, injustamente, acusado de ter abusado de sua própria filha de 17 anos. E ele não consegue lembrar disso, não tem deja-vu, pior do que isso; um policial é preso, vidas ficam em perigo, uma senhora vai para o hospital por causa disso, o irmão dela um jovem que já possuía traumas de infância, tem agora, mais problemas e confusões para sua vida, tudo isso por causa de uma jovem que criou fatos, para se vingar de sua família.


O filme mostra que embora exista a técnica e o processo de regressão, ele é muito perigoso e danoso, pois pode originar falsas memórias, falsas culpas, falsos medos e perdões, tudo para dar falsa sensação de alívio, de paz e de 'valeu a pena'. O mais agravante é que os místicos atribuem isso ao ESPÍRITO SANTO


O filme ainda revela o poder da mente de criar fatos, visões demoníacas, sonhos, conspirações e demonizações.


Aquilo que você mentaliza muitas vezes, pode se tornar cada vez mais real, real para você, na sua mente.


É claro que os ***espíritos malignos que aqui estão, se aproveitam dessa legalidade, mas a origem e a alimentação do problema psicológico é exclusivamente da pessoa. Por isso ensinamos tudo com equilíbrio.


Déjà-vu é apenas um fenômeno cerebral orgânico nada, além disso. Portanto, sem regressões, sem hipnoses, sem fabricações e falsificações, fingimentos e fidelizações e faturamento, pois essas são as características de ‘II Coríntios 11’, dos diabos vestidos de anjos de luz, os mercenários...



Lembrem-se; se os "4 Fs" aparecerem, saiba categoricamente, é FALSO...



Recomendações de videoaulas e filme para assistir:

*OS MILAGRES DE HOJE SÃO FALSOS

**Filme “Regressão”

***O DIABO INTERFERE? COMO? E QUANDO?



© 2020, by AKEL, fundador da Filosofia EX, since 2012.