Buscar

#12º de 777 ✅ GRAVETOS ACENDEM misticamente no MONTE

Atualizado: 2 de Abr de 2018

Existem fenômenos naturais, orgânicos, que os pentecostais atribuem ao misticismo.


Quando se sai dos círculos religiosos, ‘desmistificar’ é a parte mais difícil.


E para entendermos o que há por trás deste fenômeno ‘luzes vivas nos montes’, vamos precisar recorrer a Biologia.


A emissão de luz por seres vivos desperta o interesse da ciência e da humanidade desde os tempos de Aristóteles (384 – 322 a.C) e Plínio (23 – 79 d.C).


'Bioluminescência' significa a emissão de luz fria e visível por seres vivos. É um fenômeno amplamente distribuído ao redor do mundo, sendo encontrada principalmente nos oceanos. É encontrado em diversos animais marinhos como algas, crustáceos, moluscos, peixes e insetos.


As luzes que as pessoas veem nos montes é a bioluminescência em fungos terrestres. Esses fungos se desenvolvem sobre todo o material orgânico localizado no solo da floresta, (galhos, folhas, animais mortos). E com relação à bioluminescência fúngica, existem diversos registros históricos sobre a emissão de luz de madeira e outros tipos de material celulósicos em decomposição.


São conhecidas 71 espécies bioluminescentes, 12 destas podem ser encontradas no Brasil. Até 2012, foram encontradas pelos pesquisadores nos estados do Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Piauí, Tocantins, Goiás, Maranhão e Amazonas.


‘I Coríntios 12.1’

‘II Coríntios 3.16’


Saiba portanto, que não existe nenhum mistério em gravetos que acendem misticamente no monte...


Evolua!...

© 2020, by AKEL, fundador da Filosofia EX, since 2012.