Buscar

#36º de 777 ✅ A BÍBLIA NÃO foi feita para NÓS

Atualizado: 16 de Abr de 2018

Pedra

Barro

Planta (papiro)

Animal (pele)

Árvore (papel)

Metal


Todos esses materiais, se referem à escrita de qualquer registro histórico, como é o caso da Torah, do Tanakh, do Alcorão, de qualquer livro religioso como o da cristandade, e do tema em questão, a ‘Bíblia’.


Tudo começou com as escritas sendo esculpidas em cavernas e pedras, pouco se podia, escrever, os Deuses ajudaram os homens a escreverem alguma coisa, naquela época.


Barro, nos tempos egípcios, planta aquática papiro, depois pele de animal corrida e polida criando pergaminhos, até que da árvore se extraiu o papel. E nos dias atuais os metais, extraído das pedras trazendo a possibilidade de dispositivos cibernéticos, digitais, de onde esses dispositivos hoje fazem com que possamos ler a Escritura, sem nenhuma folha, tudo digital. E em breve depois dessa possibilidade, pedra ainda, usando algum metal, que juntamente com luz, se fará projeções, hologramas. Já estamos chegando nessa época de projeções de tela, onde as informações serão projetadas.


Esse é só um resumo da 'escrita' na História em 7 mil anos, em uma semana de existência da Terra, do crivo, do homem, do mundo holograma, dos registros históricos entre eles a Bíblia. Vejamos:


Adão até Abraão 2000 anos

Abraão até Moisés 500 anos

Moisés até Davi 500 anos

Davi até JESUS 100 anos

JESUS até Constantino 300 anos

Constantino até Jerônimo mais de 100 anos

Até os Muçulmanos 700 anos

Depois de Lutero e Calvino 800 anos

Protestantismo 800 anos

Pentecostalismo 400 anos

Até os dias atuais mais 100 anos


Chegando hoje ao desigrejismo, ao abandono da fé, a apostasia, quase vindo o antimessias...


Você entende isso?


De Adão até Moisés o homem viveu 2500 anos sem Lei, sem Torah, sem Livro de Jó, sem Gênesis, sem Devarim, sem Bereshit. Sem nenhum registro. Nem existia a nação de Israel, e se Abraão registrou alguma coisa, foi em pedra e barro, ou por tradição oral de geração em geração.


Depois de 2500 anos DEUS escreve nas Tábuas da Lei, na pedra, essa é “a letra que mata” já vencida por JESUS CRISTO ‘II Coríntios 3’.


E só então agora, nós temos a escrita do que: “pode ou não pode”...


Por isso esse assunto; “Pode ou não pode?” “Certo ou errado?” “Pecado ou não pecado?” É o assunto mais pobre que existe, típico e característico de pessoas que não possuem nenhum Lume...


Agora pergunto: Como foram julgados os Patriarcas, o Governo Humano?


Quando Caim fugiu da presença de DEUS por ter errado que Bíblia ele consultou?


Quando Abel morreu, Caim foi tentado pela Serpente? Não. Foi o primeiro crime sem nenhuma indução do Mal, foi a escolha do livre arbítrio pura e orgânica.


Então Caim não pode ser condenado, porque não teve acesso a Bíblia, nem a Torah, ao Tanakh, ao Pentateuco. Caim Já está perdoado? Não tinha nada registrado, não tinha Bíblia... Ninguém pode apontar o dedo para Caim e dizer: “Está na Bíblia!” “Está Escrito!”....


Quando Adão e Eva erraram foram induzidos pelo lado Mal de DEUS, propositalmente porque ELE tinha um plano, mas eles se envergonharam. Eles se envergonharam do quê? Se não havia nada escrito...


Sabe quem ensinou que tudo tem que estar na Bíblia? Que a Bíblia é mais importante que tudo? ‘A Teologia’. Aquela teologia que você diz ser contra. Que você diz que saiu do sistema, mas o sistema não saiu de você, porque o sistema é uma prisão mental da consciência...


“A Teologia não vale nada!”


Então como serão julgados todos os hebreus do Monte Hebrom se não tinham Bíblia?


Quer dizer que a condenação é só para nós que temos esse livro? Então, vamos se livrar dele! Já que ele condena... Quando a Bíblia produz medo, tire fora, não leia ela, não a estude, tire a de perto de você. A Bíblia não foi feita para ser instrumento de medo, de culpa, de trauma, de angústia...


E os ‘pastores’ não libertam as pessoas dos medos,. criados por eles através da Bíblia, estimulam ainda mais. E elas vivem cheias de medo e culpa. Que livro é esse, que promove medo e culpa?


A Lei não é para você! Paulo disse a Colossenses, aos Gálatas: “A Lei é para os fracos”...


Falando em fracos, ‘Romanos 14’ nosso texto áureo: “Tudo que não é segundo a consciência é pecado.”


Se para a consciência de uma pessoa algo não é condenável, então não é. Mas se para ela é condenável porque a sua consciência é fraca, então é... De modo que só para o fraco é pecado, é culpa, medo, e existe a discussão do certo ou errado...


A Bíblia dos judeus Torah, é “a letra que mata” de ‘II Coríntios 3’. Mas, porque Paulo afirma isso? Porque não era para nós, nunca foi. Se você não é um judeu, nunca foi. E se você é um judeu já foi, não é mais.


“A Torah é apenas o registro, daquilo que toda pessoa já sabe e por ela será julgado.”


Pergunta para uma pessoa evangélica que diz ter saído do sistema ou um desigrejado de fato. Que tipo de norma, moral, ética ou conduta, tem que ser observado ou seguido? Porque saíram do sistema, mas, continuam dizendo “está na Bíblia”...


Davi ainda debaixo da Lei de Moisés, escreve Salmos. Davi, Saul, Salomão, escreveram com base em guerras, no reinado de Israel, envolvia todo o povo, uma nação poderosa que enfrentava inimigos. Mas as pessoas, depois de 3000 anos pegam os Salmos e querem contextualizar na vida delas.


Eu AKEL digo para evoluir a consciência, porque são novos tempos...


“Mudam os sinônimos, mas as raízes são as mesmas.”


Sabe o que Paulo disse em outras palavras em sua época?


A tanto tempo vocês dizem conhecer o Evangelho e ainda não evoluíram suas consciências. Porque ainda bebem 'leite' e eu não posso ensinar vocês com alguma coisa mais sólida, se eu trouxer alguma coisa mais sólida, vocês não suportam, pois ainda vivem de 'leite'...


É a mesma coisa que digo agora: Não dá para ensiná-los, para trazer algo sólido, eles só tem autoafirmação, quando ensino, absorvem o que eles já sabem, não crescem nada, não evoluem... Porque o contraditório para eles é ‘heresia’. O sistema fechou eles em uma prisão, onde estão condenados a morrerem tolos.


E quando chega alguém com a chave da prisão, eles ainda jogam pedras...


Vem JESUS e rasga o véu, “a letra que mata”, traz o Espírito da liberdade da letra e apresenta a ‘Graça’.


“Não existe benção ou maldição. ‘Graça’ é a benção definitiva, e a aniquilação da maldição.”


JESUS traz o Evangelho do Reino para os judeus, e não para nós.


Mas existem pessoas que se baseiam em Mateus, Marcos, Lucas e João e querem contextualizar. Como Russel que um dia abriu essa Bíblia e leu em ‘Lucas 10’; vai de dois em dois, de cidade em cidade, para cumprir a pregação desse Evangelho do Reino. E ele afirma que JESUS nos ensinou... Vamos enviar duas pessoas na casa e no bairro de cada habitante da cidade, para apresentar a ‘sentinela’...


Em outro caso, é comum ver em um templo qualquer, uma pessoa no púlpito gritando e suando, não fala como eu AKEL... Ele tem unção, prega, grita e soa, e depois de muitos gritos ele diz: “meus irmãos aquele que não perseverar até o fim, não será salvo!”


Mateus, Marcos, Lucas e João é “Evangelho do Reino”, não “Evangelho da Graça”.


“Perseverar até o fim.” Significa perseverar até o fim da Grande Tribulação...


O ‘Fim’ só vem com a pregação do Evangelho do Reino, com Elias que representa os profetas, fogo; e Moisés que representa a Lei, a Torah. Moisés e Elias são as duas testemunhas que vem pregar o Evangelho do Reino, só através deles; e será para os judeus, não para nós; “É que o fim vai vir, e aquele que perseverar até o fim, desse fim da Grande Tribulação, será salvo.”


Mas, eles nunca souberam disso, porque Lutero disse para eles, que não precisam saber nada. Comprando um microfone, um púlpito de cristal, eles já podem gritar e falar Bíblia...


Mas, a Bíblia não foi feita para nós. Foi feita para quem?


Constantino manda compilar a Bíblia, surge a Trindade, dogmas; chega a pagar para as pessoas se converterem a religião que se dizia de Cristo, mas, é o cristianismo de Constantino.


Em seguida vem Jerônimo e compila a Bíblia fazendo uso da Septuaginta dos 72 Filhos de Deus, com os 72 rabinos, depois da Septuaginta feita no II séculos d.C, ele faz a Vulgata Latina, pressionado pelos primeiros papas a acrescentar, adulterar, e modificar os sinônimos, agradando o império romano.


Vieram os Muçulmanos 700 anos d.C. E 800 anos depois o Protestantismo de Lutero e Calvino, do amor a matéria, ensinando que ‘você é mestre’...


Surge o Pentecostalismo 400 anos depois, e esses por sua vez, tanto pentecostais como neopentecostais adotam, adere a Bíblia que foi feita e compilada pela ICAR. E eles levantam a Bíblia no lugar de JESUS. Dizem: “A Bíblia é o único manual de conduta de fé, e de todas as regras morais e éticas, qualquer tipo de credo denominacional precisa estar baseado unicamente nesse livro que é santo e sagrado.”



E cem anos depois estamos nós aqui...



Quando JESUS veio, ELE aboliu, tirou toda a maldição, a necessidade compulsória de estar subjugado a essa Lei, que foi feita especificamente para uma nação ‘Israel’ que estava saindo do Egito, num deserto, até Canaã. Apresenta o Evangelho do Reino que é a proposta, que começa com ELE, mas que só vai ser efetivada quando ELE voltar. Agora, por esses dias...


No meio disso, vem o Evangelho da Graça, trazido por Paulo. JESUS prega para judeus, Paulo prega para a Igreja.


Mas, aqueles que acham, que a Bíblia é para nós, são fracos... Não sabem dividir o Evangelho da Graça e o Evangelho do Reino, não sabem dividir nada... Tudo da Escritura tem que cumprir na vida deles. Não entendem nada da Escritura. O que sabem, é o que os líderes falaram para eles.


Depois desse panorama geral, vamos ao ‘Brit HaDasha’, o NOVO TESTAMENTO:


JESUS


Na época de JESUS só tinha acesso às Escrituras pessoas como José de Arimatéia, Jairo, Nicodemos, ricos e nobres. JESUS como rabino podia ir na sinagoga.


Com doze anos de idade, JESUS no templo estudou, se formou, uma longa história... Mais tarde jovem, na faixa etária de 29 a 30 anos, estava sempre no pátio do templo atrapalhando os rituais do templo propriamente dito, mas, na sinagoga aonde tinha a possibilidade de prédica, ELE fazia uso dos pergaminhos. Já era o tempo da escrita em pele de animal corrida e polida. Certa vez, ELE abriu o pergaminho sobre o profeta Isaías e no final da pregação, disse que aquele texto se referia a ELE, e teve que sair de lá escoltado pelos seus discípulos...


Então, naquela época ninguém tinha acesso a Bíblia, a nenhuma compilação de pergaminhos, não existia papel, não existia nem registro do Evangelho do Reino, só havia o Velho Testamento.


ELE veio cumprir a Lei, então o Velho Testamento estava válido. Só que aquilo que seria e que estava válido, não era acessível, o povo não podia ter acesso. Então como aquele povo era julgado? Eram julgados pelo o que os fariseus decidiam, eram eles que tinham domínio da Bíblia daquela época, eles sim, tinham dinheiro e acesso a biblioteca dos muitos pergaminhos, e só eles tinham acesso a informação. Sendo assim, pregavam o que queria; além de só eles terem os livros nas mãos, ainda deturpavam para fazer prosélitos.


PEDRO


Vem Pedro, o primeiro líder ‘I Pedro 5’. Na época de Pedro também não havia Bíblia. De 33 até quase 50 d.C, eram só os pergaminhos do Velho Testamento, e de difícil acesso para o povo.


PAULO


Vem Paulo que tinha acesso as Escrituras, porque era ex-rabino. Ele é o primeiro dos Apóstolos que tinha acesso e por ter acesso e entender as Escrituras, chamou atenção de Pedro. Porque Pedro não tinha capacidade, não tinha mente evoluída ainda para isso, mas Paulo tinha. Então, ele que tinha conhecimento das Escrituras escreveu para Timóteo dizendo: “Toda Escritura, isto é, todo o Tanakh, todos os pergaminhos que eu tenho acesso, são divinamente inspirados, para corrigir e exorta.” Porque era o que eles tinham; 'a essência'.


Só que quando ele diz: “Toda Escritura”, nota-se, que ele sabe aplicar toda Escritura, porque ele mesmo escreve cartas dizendo que a Lei de Moisés não tinha mais valor. Então como assim “Toda Escritura”? Quando ele se refere a toda ela, está se referindo a sua essência, ele já entendia isso que estou ensinando para vocês...


Mas, estava difícil ensinar aquela Igreja que gostava de ‘leite’, que não evoluía. Ele tentava como eu AKEL, mas era mais difícil ainda, porque eles não tinham acesso às Escrituras.


Entretanto, como era essa Igreja que nós conhecemos hoje como ‘Igreja Primitiva’, até a destruição de Jerusalém de 33 a 70 d.C quando Paulo morreu em 67 d.C?


Todos tinham tudo em comum, não eram materialistas, vendiam suas propriedades, e depositavam o dinheiro, aos pés dos emissários, para que fosse dividido o valor e para que comprassem propriedades, a fim de ajudar aqueles irmãos que não tinham onde morar, nem o que comer ou vestir. Para que todos pudessem viver bem e sobreviver com igualdade, combatendo a desigualdade social. Ninguém amava a matéria, não tinham Calvino para distorcer eles, nem neopentecostais com a Bíblia nas mãos gritando...


Tinham Paulo que era ‘pequeno’, que se desvencilhou de toda materialidade, de todo ter, ser e poder, e que vivia para servir eles. E tinham Pedro que deixou do seu trabalho, para viver de doações de alimentos, doados pela mulheres nobres e os homens que possuam propriedades. Viviam assim, naquela aldeia chamada Jerusalém.


Durante 50 anos eles não tinham Bíblia. Pedro e Paulo.


Mas, eles eram muito superiores a nós. Porque viviam em ECHAD, em unidade plena, sem a Bíblia... A Bíblia foi feita para eles?


Mas hoje, com Bíblia digital, de metal, de pedra, de rocha, de papel, com todo tipo de tradução adulterada acrescida, subtraída, mística, financeira, saúde, mulher, para o homem, para crianças, em desenho... Ninguém entende a Bíblia, e a usam para customizar a fé e defender os seus desejos materialistas, suas maldades, suas mazelas, eles querem só o deus que lhes interessam...


Essa é a Bíblia do sistema, a Bíblia de Satanás “Está Escrito”...


CONSTANTINO


Constantino da ordem e começa a compilar a Bíblia, usavam ainda a Septuaginta do grego, II século d.C.


E como era a Igreja de Constantino? Era o catolicismo paganizado que aceitava tudo, que customizava o Tanar, que customizava alguns textos que eles escolheram e que julgaram ser mais importante. Como por exemplo: Mateus, Marcos, Lucas e João e algumas Epístolas Paulinas, que julgaram ser interessantes e acrescentaram muitas coisas nelas, adulteraram os sinônimos sutilmente e assim fizeram a Bíblia que você tem nas mãos e você deve isso a ICAR de Constantino...


JERÔNIMO


Daí Jerônimo vem e faz a Vulgata Latina, mas essa Bíblia era só o Velho Testamento que permanecia a essência. Ele foi contratado pelos papas para fazer a Vulgata com versão em latim V a VI séculos d.C. Nesse tempo o homem ainda não tem Bíblia, mas tem o cristianismo falso de Constantino.


Lembrando que até essa época, o Livro de Enoque Original estava na compilação e foi tirado por Constantino e Jerônimo.


LUTERO


Vem Lutero, muito tempo depois, agora já com a escrita em papel. Ele foi um homem tão inspirado que queria tirar o Livro de Tiago da Bíblia. Por que? Justamente Tiago que diz para ‘não ter anel no dedo, para não subir em lugares elevados’. O livro que fala que: a verdadeira religião imaculada para com DEUS é a “comunhão e caridade”...


Era exatamente isso que Lutero queria tirar, ele também queria excluir o Livro do Apocalipse, porque ele via aqueles dragões, aquelas cabeças, diademas e não entendia nada...


CALVINO


Vem Calvino, também já na era do papel, graças à China e a Europa nós temos papel. Então a Bíblia começa a ser difundida. Como o protestantismo começa a difundir a Bíblia, na contra reforma de 1540, os jesuítas, a ‘Sociedade do Sol’ é levantada para reformar a Bíblia, no intuito de fazer um diferencial com a Reforma Protestante.


Sendo assim, eles acrescem alguns livros na Bíblia. A compilação protestante 666...


SEYMOUR


Chegando em Seymour 1902, 1906, um pouco mais de um século atrás vem os pentecostais com papel e divulgam ainda mais a Bíblia, com a afirmação de que; ‘A Bíblia é Sagrada’, é o único manual e bússola do crente. E dela, eles extraem os credos, dogmas e loucuras... Porque os pentecostais sem visão acham que “a lei que mata” de Moisés tem que voltar.


Então o problema está nos brincos das irmãs, na cor da pele, são racistas, machistas, são legalistas até hoje, e esse é o espírito santo da Bíblia sagrada deles.


W. MAC ALLISTER


Vem W. Mac Allister 1970, com ele surge os neopentecostais, mais Bíblia...


Surge os carismáticos em 1990, com o Padre Marcelo, para tentar conter o crescimento dos neopentecostais. E pela primeira vez os católicos começam a ler Bíblia.


DESIGREJISMO, PÓS-FÉ, DESFÉ, APOSTASIA E O EQUI


Vem o desigrejismo aonde cada um se autoafirma que é sua própria igreja, com o desigrejismo a pós-fé, aqueles que não tem religião, traumatizados por toda essa má compreensão, essas anomalias que são frutos de todo um tempo, de séculos sem ninguém explicar a verdade. Gerou a pós-fé, descristianização, desfé, desigrejismo pleno. As pessoas agora dizem: “eu sou mestre”, “eu sou igreja”, “eu sou tudo sozinho”, “eu sou o ter, o ser e o poder”. Interpretam e customizam a Bíblia do jeito que querem.


E como os índios serão julgados se nunca leram as Escrituras? Para quem foi feita as Escrituras?


A Igreja que não tinha Escritura era muito mais pura que essa atual, que a possui. E quanto mais vai avançando a tecnologia, desde que saiu da pele de animal corrida e polida, que vem para o papel, para o metal e agora digital. Quanto mais ela está próxima de nós, quanto mais dispomos dela; mais longe, mais descaminhado, mais iniquidade praticamos, mais a cristandade se parece com Constantino, com Calvino, com Seymour e não com JESUS CRISTO. Como pode isto? Por isso fiz o vídeo “PARE DE FALAR SOBRE DEUS”


Portanto, se a Bíblia te traz medo e culpa, se a Bíblia é a tua fonte de customização e ganância. Largue da Bíblia! Porque é melhor entrar sem a Bíblia no Reino dos Céus do que com ela no Sheol.


“A BÍBLIA FOI FEITA PARA OS FRACOS.”


Porque os fracos precisam de Lei, de receita. Por isso do título “A Bíblia não foi feita para nós”...


A Bíblia não foi feita para os sábios.”


Sabe para quem é preciso ficar dizendo; é pecado ou não pecado? Para o rebelde, o desobediente, para o traumatizado, o doente, o problemático...


Por exemplo: Qual filho que os pais precisam chamar a atenção? O que faz toda sua obrigação sem precisar pedir ou aquele que é rebelde? O filho rebelde faz com que os pais fiquem escrevendo, explicando, sentando com ele. Filho bom e sábio, tem microconsciência do Bem, é evoluído, pratica o Bem sem precisar ficar mandando.


Só existe Igreja do Bem e do Mal, quem sabe fazer o Bem faz e nem precisa cobrar. Não precisa dizer o que está certo ou errado. Eu sei o que está certo ou errado, está escrito na minha consciência. A minha alma não me acusa, a minha consciência não me acusa.


Sabe por que a sua consciência te acusa quando lê os títulos dos vídeo “JESUS É O ANTICRISTO” e “DEUS É CORNO”? É porque sua consciência é fraca, você acha que a blasfêmia está nos títulos. Quando na realidade a blasfêmia está na sua vida, nos seus atos, no seu caráter, na sua conduta e moralidade.


A pessoa que tem medo que alguém blasfeme contra DEUS, é porque ela vivem assim. A vida dela é eivada de medo, culpas; acredita em uma salvação ‘mequetrefe’, de um sangue de Jesus que não vale nada, salvo, não salvo, quase perdendo a salvação...


Não existe essa questão de: salvo ou não salvo!


Se na minha consciência existe o Bem, se sou sábio, santo, sou salvo. E de dentro de mim só pode sair o Bem. Cada um só pode dar o que tem. O que você tem aí dentro si? É o que você dá.


A Bíblia não foi feita para os sábios, ela foi feita para os fracos.”


Se os teus olhos tiverem Lume tudo a sua volta terá Luz. Se não tem Lume, então, a Bíblia é para você...



© 2020, by AKEL, fundador da Filosofia EX, since 2012.