Buscar

#57º de 777 ✅ A VIDA é um SONHO e o MORRER é o ACORDAR

Atualizado: 14 de Jul de 2018


Comecemos com a sábia frase de Arthur Schopenhauer: “A vida é um sonho e a morte o despertar...”.


Ele foi um importante filósofo alemão do século XVIII, onde um dos seus melhores trabalhos foi resumir a existência humana servindo-se da alegoria de um pêndulo que oscilaria da esquerda para a direita, ‘como muito dos partidos políticos’, entre o enfado e a frustração. Eu AKEL diria também que esse pêndulo é a ambiguidade do ser humano, absolutamente necessária para definir se a pessoa é pagã, sincretista, usuária do bem e do mal, ou salva usando a ambiguidade para equilíbrio, verdade e oposição ao sistema pagão. Ele dizia: “Afinal, como em qualquer pêndulo, dois são os polos a considerar: ou desejamos e, por definição, não dispomos do objeto desejado, ‘frustração’; ou dispomos daquilo que não desejamos mais, ‘enfado’.”



A vida é como uma projeção realidade virtual aumentada ou holograma...


Ora, o princípio holográfico é uma das ideias cosmológicas que preveem matematicamente o Universo em apenas duas dimensões, onde na verdade só aparece tridimensional para nós, pois ele age como um holograma gigante. O princípio holográfico foi proposto pela primeira vez pelo físico Leonard Susskind na década de 1990.


Ele afirma que um volume de espaço pode ser considerado como codificado num limite a ele; tal como um horizonte gravitacional dependente do observador, e portanto precisa de menos dimensão do que parece precisar.


Os físicos teóricos descobriram essa verdade, e desde 1997, já são mais de 10 mil artigos publicados apoiando isso.


O que os físicos querem dizer quando afirmam que o Universo é plano, é que o espaço e o tempo não estão totalmente deformados, e por isso o nosso Universo pode se expandir infinitamente. Se o nosso Universo fosse negativo ou positivamente curvado, seria um sistema fechado, e qualquer coisa que você jogasse para o espaço acabaria por voltar.


O século XX representou uma verdadeira revolução para a física: primeiro, o reconhecimento da existência do mundo quântico, algo totalmente novo e desconhecido, que parecia contrariar tudo o que se sabia até então. Com o tempo, acabamos conseguindo um entendimento satisfatório a respeito das menores estruturas conhecidas na natureza. Ao mesmo tempo, Albert Einstein desenvolvia sua teoria da relatividade, que proporcionou um salto em como concebemos o funcionamento das maiores estruturas do cosmos.


Os físicos chegaram à conclusão de que as cordas que comporiam nosso Universo, existentes em nove dimensões espaciais e uma temporal, seriam um holograma, uma mera projeção das ações que ocorrem neste universo mais simples e mais plano de apenas uma dimensão. Acontece que nós crescemos pensando e acreditando que o mundo e a realidade em que existimos é algo tangível e físico, e é como ele é percebido.


No entanto, não só este processo de pensamento demonstra ser um engano pelas várias percepções de fenômenos difíceis de explicar, como também percebemos que é completamente subjetivo e não reflete uma realidade verdadeira, daí então a sabedoria nos dirá: tudo que você vê e toca não existe diretamente, tudo é um holograma e você está sendo testado.


O Universo já foi visto como um espaço vazio com matérias espalhadas, agora está sendo visto como uma projeção holográfica decorrente de uma realidade primária invisível aos nossos instrumentos biológicos e tecnológicos atuais.


Através de pesquisas o grande físico David Bohm acredita que a realidade objetiva não existe, que apesar da aparente solidez o Universo está no coração de um holograma fantástico, gigantesco e extremamente detalhado.


Dentro de um holograma, o todo está dentro da parte. Não importa quantas vezes você divide o todo, a parte sempre conterá a totalidade.


A dedução sobre as experiências holográficas conclui que autonomia e separação são uma ilusão (maya) e que tudo é UM, ECHAD, Unidade Plena.


Se tudo é UM, então tudo é nada, e tudo é apenas metafísico parte, de um tempo virtual projetado só para testar consciências (almas, espíritos e vidas) NÓS, eu e você.


Em um Universo holográfico, mesmo o tempo* e o espaço não podem mais serem vistos como fundamentais. Porque conceitos como localização desaparecem de um Universo em que nada está verdadeiramente separado de nada, tempo e espaço tridimensional.



GRANDE REVELAÇÃO


A sua realidade de nível mais profundo é uma espécie de super holograma no qual passado, presente e futuro existem simultaneamente. Isso é fantástico, sábio, profundo, revelador, um grande enigma revelado.


O universo tridimensional em que vivemos é um holograma criado a partir de uma realidade primária que está fora do espaço e do tempo, é uma cópia de algo “real”, por isso faz sentido nesse caso porque o nosso verdadeiro EU está em outra realidade.


Nossa consciência é o verdadeiro nós. A consciência é tudo e, portanto, não é nada, já que tudo o que existe é a consciência, ALMA eterna, daí entendemos ‘João 3:16’, a vinda do CRIADOR em carne para dar VIDA ETERNA.


Em um Universo holográfico explica se todas as experiências paranormais e místicas.


Experiências de quase morte podem ser explicadas no Universo holográfico, em que a morte é somente uma mudança de consciência de um nível de realidade do holograma para outro real, de morte eterna ou vida eterna.**



O que vem a ser A VIDA então? Um holograma efêmero ou um sonho passageiro?


Um modelo holográfico do Universo explica os sonhos lúcidos, onde tais sonhos são visitas a realidades paralelas. As sincronicidades podem ser explicadas pelo modelo holográfico. Os nossos processos de pensamentos estão muito mais intimamente ligados ao mundo do que foi pensado anteriormente. Observe também que as sincronicidades tendem a atingir um pico pouco antes de uma nova percepção ou intuição. Todas as realidades relativas são criadas pela consciência existente em relação a si mesma.


“Nós somos consciência existente em relação a nós mesmos e interagimos com nós mesmos.”


A realidade física é um produto da consciência, mas a consciência não é um produto da realidade física.


A vida é um holograma teste.


Quando começa este HOLOGRAMA, esse DORMIR, o SONHAR, quando afinal começa a nossa PROVA da EXISTÊNCIA para O CRIADOR saber se somos uma CONSCIÊNCIA BOA ou MÁ?


Segundo o Catolicismo Mãe e Protestantismo Filhas, a vida começa na concepção, quando o óvulo é fertilizado formando um ser humano pleno e não é um ser humano em potencial.

Já para o Islamismo o início da vida acontece quando a alma é soprada por Alá, cerca de 120 dias após a fecundação. O budismo diz que a vida é um processo contínuo e ininterrupto. No hinduísmo a alma e matéria se encontram na fecundação e então começa a vida.



A GRANDE REVELAÇÃO SOBRE O COMEÇO DA VIDA


Só então encontramos a verdade entre os judeus e não no Judaísmo... Veja: A VIDA ‘CONSCIÊNCIA’ começa apenas no 40°dia (alguns dizem do 7° dia até o 40º após a fecundação). A formação humana realmente só começa depois de 40 dias. Antes disso, a interrupção da gravidez não é considerada homicídio. Dessa forma, os judeus mesmo com Torá, sempre permitiram a pesquisa com células-tronco e o aborto, quando a gravidez envolve risco de vida para a mãe ou resulta de estupro. Aqui está A VERDADE, o restante fazem como os fariseus, essênios e gnóstico, criam preceitos com aparência de santidade, mas são pura vaidade não valem nada, a não ser para seu próprio ego religioso.



Se a MORTE é o ACORDAR, o DESPERTAR, quando então sairemos deste HOLOGRAMA para a VIDA REAL ETERNA COM O NOSSO CRIADOR ao VENCERMOS ESTE MUNDO?


Primeiramenteé importante salientar que os perdidos passarão pelo Umbral”, “Sheol” ou “Purgatório”, “Inferno da Consciência”, por uma longa eternidade vendo todos os seus erros diante de si. E as muitas formas de acordar da existência hologramada para a promoção ou depuração da consciência são: Estado de Coma, Coma Profundo, Estado Vegetativo, Coma Irreversível e Pseudocoma.



O longo caminho do ACORDAR de um BOM SONHO ou de UM PESADELO da VIDA dependendo como foram suas ESCOLHAS.


Inicia com a morte do cérebro, o coração para, as células estancam, cerca de três horas após a parada cardíaca o corpo toma o aspecto conhecido como morte, cadáver. O corpo começa a se comportar como um objeto físico. A membrana das células não funciona mais e o cadáver começa a perder água. Dezoito horas depois da parada cardíaca as bactérias começam a decompor o cadáver e iniciam a putrefação. Depois de oito semanas, resta apenas o esqueleto.



A EQM daqueles que QUASE ACORDARAM do HOLOGRAMA


Há paz no início da experiência, a dor desaparece. Somem também as noções de tempo e espaço... (Para saber mais sobre essa experiência recomendo assistir ao vídeo sobre o tema) JESUS YAHSHUA, O CRIADOR em carne veio nos trazer a possibilidade de EXISTIRMOS realmente, podendo sair do sonhos e pesadelos, acordar e viver para todo o sempre com ELE. O AUTOR da Vida, a própria Vida. Como é bom quando acordamos e acaba-se um pesadelo! E esse acordar chama-se mundo de onde ELE veio nos salvar.


Ai dos que se perderem! Pois nunca poderão viver realmente, sairão da vida holograma para um tormento de consciência, o juízo das almas e sentença final com a segunda e definitiva morte no Geena, aniquilados pelas suas maldades, nunca poderão viver realmente, acordar realmente, só passaram alguns segundos numa noite de sono projetada, de onde escolheram viver pesadelos e por serem más consciências serão aniquiladas.


Os salvos sim, viveram uma vida palpável, tangível, verdadeira, genuína, verídica, autêntica, lídima, fidedigna, legítima, original e orgânica...



Para maior compreensão sobre o assunto, recomendo assistir o vídeo sobre o tema, e os indicados abaixo:

*DEUS É O TEMPO

** O INFERNO NÃO EXISTE

O INFERNO NÃO É PARA SEMPRE



© 2020, by AKEL, fundador da Filosofia EX, since 2012.