Buscar

#114º de 777 ✅ (I) Septologia ‘ALQUIMIA ZODÍACA & GNOMOS’

Atualizado: 11 de Set de 2018


DIREÇÃO OPOSTAS

CAMINHO ESTREITO x CAMINHO LARGO

ALIENADOS x PENSADORES


Direções opostas, por isso estreito, enfrentando tudo e todos. Essa é a primeira SEPTOLOGIA da "Filosofia EX Organics And Sophie" em 7º graus de ALQUIMIA...


Por que ALQUIMIA? Era a Química da Antiguidade. Até a Idade Média, onde era possível a transmutação de um elemento em outro “código fonte”. Era possível transformar metais não preciosos em ouro, por exemplo: a técnica dos dentes de ouro.


Eu já refutei, a questão de pessoas que começaram lá nos EUA com uma alquimia gospel, são técnicas de Alquimia utilizadas em cultos, aonde pequenos fragmentos humanos como os dentes, se transformam em ouro branco ou amarelo. Isso é só para vocês terem uma ideia do poder da existência disso. É uma técnica absolutamente possível, que exige em primeiro lugar o desejo absoluto, sem dúvida, a entrega plena, como pressupõe qualquer hipnose, o desejo para alcançar a linha imaginária metafísica e poder fazer a transmutação de material. Mas DEUS não nos deu poderes mágicos, ELE estabeleceu isso metafisicamente, mas com um certo limite que ninguém consegue fazer isso o tempo todo, nem fazê-lo de forma perfeita.


ALQUIMIA era a junção da Física, Química, Medicina, Metalurgia, Geometria e Filosofia.


A palavra vem do árabe AL-KIMIYA, isto é, conceito da Química. Há relatos do Egito usando Alquimia para embalsamamento e da China usando essa pratica há 4500 anos, até que Constantino proibiu a prática. Os árabes em 950 d.C voltaram a praticar chegando ao ápice nos séculos 14 a 16, no período final das Cruzadas, no término da Idade das Trevas, Período do Iluminismo, e da Reforma Protestante e quando chegou a Contra Reforma, novamente a prática parou; se perdeu o conhecimento da Alquimia; hoje a ciência moderna consegue transformar cimento em metais.


O termo também é usado de forma holística no sentido de transformação imaterial, transformando Mal em Bem ou Negativo em Positivo...


Ao invés de usarem o termo ALQUIMIA para a transformação de materiais e também para a transformação de imateriais, eles começam a ritualizar, dogmatizar porque o homem tem essa necessidade penumbrante, profana e tenebrosa de mistificar as coisas, demonizar e colocar assinatura sem procuração de uma divindade, quando a maior parte das coisas são humanas e até a interferência de DEUS se dá todo dia através de atitudes humanas, foi para isso que ele fez o homem que é sua obra-prima, e não é um pontinho fraco... Ele é um ponto forte da criação única de DEUS...


Mas a ideia da religião é que o homem é só um pontinho, quando na verdade é a criação pujante do CRIADOR, é o seu brilho, o seu troféu, nós somos a verdadeira e única criação DELE, a ponto que até os demônios a sua segunda criação foi feita para crivar essa criação, que ELE fez e que veio do humus...


O material aponta para o imaterial.


Se na Física é possível alquimia, ou seja, a transformação de elementos tocando neles ou não através da química, modificando elementos ou códigos-fontes, através da não-química pelo poder dado do CRIADOR metafisicamente de algo chamado FÉ, também é possivel... Então nós estamos transformando o Mal em Bem, negativo em positivo, inexistência em existência... Olha a dualidade em tudo! Estamos transformando fogo em paraíso, prejuízo em glória, o sofrimento em alívio, perdição em salvação e isto chama-se ALQUIMIA.


ALQUIMIA é sinônimo de TRANSFORMAÇÃO. Quando JESUS disse: se tiveres FÉ, desejo, poder da mente plenamente, a ponto de querer desejar sem culpa, sem medo, que uma matéria se transporte para outro lugar... ELE estava falando de Alquimia, mas não estava se referindo literalmente a montanhas, mas tipologizando. Se a pessoa tiver fé pode mudar, persuadir alguém, convencer um rico que ama a matéria mudar de vida, desmaterializar; convencer um arrogante, prepotente, egoísta a ser um altruísta caridoso e amoroso; convencer um rancoroso hostil a ser uma pessoa amável, perdoadora e generosa isso chama-se alquimia...


Quanto preconceito com palavras tão preciosas! Alquimia transforma um lixo, um metal não precioso, um cimento em ouro e prata. Lembrando o que o Apóstolo Paulo disse: Quais são as suas obras? Comparadas à que valor? Será que nós podemos transformar as nossas obras hoje, de madeira, feno, palha, papel e materiais que não valem nada em ouro

e prata?


ALQUIMIA é a conversão e transformação, é a habilidade que só os evoluídos conseguem ter de inverter a Estrela, ou seja, quando o "Triângulo" está para "Baixo", quando a Ampulheta vira na vida... O sábio é tão evoluído que ele chega no estágio de “Nirvana”, que é a capacidade de desmaterializar, descarnalizar, de tão profunda paz que sente... Não se preocupa com as coisas que estão acontecendo, não se estressa e nem dá valor para os problemas da vida, afim de vencer o crivo, isso é alquimia...


Os cristãos estão perdendo tempo, porque satanizam tantas coisas que os aguardam e que mudariam a vida deles... Veja os budistas que vivem na paz, compreendem esse estado, e existem esotéricos que sabem desfrutar um estado de paz tão buscado para vencer o crivo, ou seja, eles entendem que quando as coisas não estão bem, não é hora de sofrer, é hora de superar...


É com lágrimas que se compra a sabedoria, a evolução...


As pessoas mais sábias e produtivas, inteligentes e capazes hoje e eternamente, são as pessoas que mais sofrem, quem é mimado que nasceu em condições privilegiadas se não sofrer, não chegará a lugar algum, não evoluirá e não receberá nada, porque essa é a linha metafísica desde o “Bereshit” DEUS determinou quer alguma coisa desça, sofra, chore... E a capacidade daquele que desce e sofre tantas vezes no crivo; na primeira vez a pessoa sofre muito; na segunda um pouco menos, até que chega ao ponto que ela é tão evoluída sofrendo a mesma coisa, que passa a ter habilidade de alquimizar a vida...


A sabedoria nos ajuda a vencer o crivo, a ser uma pessoa mais feliz e completa, a desdoguimatizar, viver sem culpa, sem medo, sem tristezas, sem traumas, nos faz transformar as coisas injustas e a negatividade em bondade... JESUS falou em alquimia em “Mateus 5”; felizes, completos são aqueles que sofrerem, e quando todo tipo de injustiça cair sobre eles, se alegrarem, transformarem, alquimizarem, saberem virar a Estrela.


Quando o mar se alvoroçou, os discípulos foram acordar o MESTRE... Vocês acham que ELE estava dormindo? JESUS estava ensinando uma grande lição aos seus alunos e aprendizes, ELE postergou o alívio, à solução, protelou o sofrimento para que eles aprendessem uma lição. E no meio de um mar alvoroçado prestes a morte JESUS chegou ao estado de Nirvana... Essa é a habilidade do sábio, alquimizar o sofrimento... Podemos dizer que se alguém está recebendo o Mal da vida, e é sábio, terá capacidade de alquimizar, virar seu cativeiro...


O tolo místico fica esperando em DEUS, culpando o diabo, as pessoas ou a si próprio...Nunca lestes ou entendestes que DEUS deu dons, sabedoria aos homens? E que o conhecimento e a sabedoria é capaz de livrar das aflições da vida? Quem determina o fim do seu cativeiro é você mesmo! Por mais que o tempo e as circunstâncias não queiram te obedecer o comando da sua voz, da sua alquimia, você está se alquimizando e evoluindo, nada te afeta... Ou você pensa que é fácil Paulo ter dito: fome, angústia, depressão, dor, inimigos, mas tudo posso naquele que me fortalece... Por que o choro pode durar um "Triângulo" para "Baixo", não existe crepúsculo eterno, sempre acaba pelo amanhecer...


Existem hoje estudos para encontrar a Vida Eterna, esse sempre foi um desejo, uma busca dos alquimistas. Porque se dá para transformar metais, por que não transformar a principal matéria chamada corpo humano?... A ciência também procura criar uma pele artificial, humanoides, androides e corpos artificiais.


No sentido metafísico o ELIXIR DA LONGA VIDA e a PEDRA FILOSOFAL são temas orgânicos, ou seja, originais. Os alquimistas achavam que era possível fazer uma Pedra Filosofal, uns dizem que isso é história, apenas misticismo, mito, mas acreditavam que quando encontrassem ou fizessem essa pedra, ela ia transformar toda matéria em ouro e prata, mas a realidade é que nunca conseguiram.


Agora seja mito, história, verdade ou não, uma coisa é fato... Quem é a PEDRA DE ESQUINA principal angular, que possui ângulos e vértices? Quem é a PEDRA PRINCIPAL de “I Pedro 2”? A CABEÇA de “I Coríntios 12”? O FUNDAMENTO de “I Coríntios 3”? E quem é a FILOSOFIA, ou seja, a sabedoria de “Provérbios 8”? O que diz “Isaías 9”? Que ELE é o PRÍNCIPE da PAZ e PAI da ETERNIDADE, ELE é AQUELE que veio dar Vida Eterna, é a Pedra de Cima, Pedra Principal, Topo da Pirâmide, Topo de todas as coisas, é a Pedra do Livro de Daniel, lançada sem auxílio de mãos que destrói todos os governos...


Um dos difusores da ALQUIMIA foi Alexandre o Grande, levando até a Rússia, chegando até a Cabala Judaica e incrementando-se. Na inquisição os alquimistas eram mortos em fogueiras pela ICAR alegando terem feito pacto com o diabo.


PEDRA FILOSOFAL é o mesmo que SANTO GRAAL e NIRVANA, é desmaterialização e descarnalização, nada, nada... Para os alquimistas e muitos esotéricos a Pedra Filosofal é o ápice, o zênite, o apogeu, já para esotéricos e sociedades secretas que acreditam em determinados mitos e verdades, ou até verdades, eles esperam um Santo Graal...


Veja que cada grupo filosófico, teosófico que vai estudando em lugares distintos chegam ao mesmo conhecimento, é claro que ser da Filosofia EX é ser mais privilegiado ainda, porque tem o entendimento da bondade e da maldade, mas sabe fazer a distinção dessa dualidade e tem o domínio da bifurcação e do disjuntor da vida...


Os budistas, hinduístas vão chamar isso de Nirvana que é o estado de desmaterialização da paz plena e completa da iluminação máxima, da descarnalização onde todo sofrimento acaba, e a pessoa tem poder de meditação e concentração na bondade e na paz, mesmo que o mundo dela esteja se desmoronando. Portanto o significado pleno de NIRVANA é nada, nada... Toda matéria é nada, Salomão disse: “Tudo é vaidade” e vaidade significa tudo passa e vai... É o mesmo que Nirvana, o entendimento que toda matéria não vale nada, então o que alguns chamam de Pedra Filosofal, de Santo Graal e que outros chamam de Nirvana, e de tanto outros sinônimos, nós na Filosofia EX chamamos de ZÊNITE, SELÁ...


SELÁ são momentos onde conseguimos sensivelmente ver mais de perto a Glória do SENHOR...


A EVOLUÇÃO pressupõe ALQUIMIA.

Evolua! Alquimize sua consciência...


Quando a pessoa conhece o trabalho da Filosofia EX ela alquimiza, se transforma...



© 2020, by AKEL, fundador da Filosofia EX, since 2012.