Buscar

#29º de 777 ✅ A FÉ nos milagres é uma linha imaginária que NÃO SALVA

Atualizado: 13 de Mar de 2018

Quando DEUS criou as coisas físicas. ELE também criou o mundo metafísico, paralelo ao nosso. DEUS determinou que: a pessoa que planta o Bem, colherá o Bem, a que plantar o Mal, colherá o Mal...


Existe uma célula mãe, uma palavra do CRIADOR em cada elemento, em cada criatura, em cada ser vivo e até naquilo que nós achamos que não é vivo. Por exemplo: o homem pode dizer rocha é rocha, pedra é pedra, areia é areia e não são seres vivos, mas, até a rocha obedece a criação de DEUS. De modo, que o que eu planto é o que é, e assim sempre será. Isto é tão extraordinário, porque nos ensina, nos serve de lição.


Existem pessoas que dizem: eu queria tanto ouvir a voz de DEUS... A voz DELE está em toda a natureza. Tudo que ELE fez na natureza é um sinal para nós. Por exemplos: o ciclo de vida do salmão, as fases das borboletas, as cigarras, aliás, existe uma espécie de cigarra que fica 38 anos embaixo da terra, depois de sair dali, sofre uma metamorfose; voar, cantar, ver a luz do sol, o dia, acasalar e morrer...


Quando ainda no tempo das cerimônias e rituais da letra que matava com Moisés no Tabernáculo, depois com os profetas. Quantas vezes por profecias DEUS se mostrou ser um leão, uma águia, quantas vezes ELE falou com Jó, o livro mais antigo cronologicamente, que mostra ELE se comparando animais, falando dos animais, mostrando como e por que os fez.


O mundo físico nos ensina que existe um submundo que é 70%, pelo menos, do que não vemos e existe. De modo que, somos tolos quando nos tornamos materialistas que só enxergamos as coisas que vemos, quando as coisas que são mais importantes, eternas e incorruptíveis, são as coisas do mundo metafísico. E o sistema do mundo de Ha-Satã que ensina o ter, ser e poder, olhar e amar este mundo.


A mulher de Ló não olhou para trás por causa das razões múltiplas que sermonistas e pregadores saem por aí gritando e dando razões diversas que possivelmente levou ela a olhar para trás. Não! Ela olhou para trás porque era materialista. Ela era, crente, religiosa e materialista, ela amava o mundo, e o que nele há.


Vemos os religiosos, nos chamando de mundanos, quando na verdade, mundano são aqueles que amam esse mundo, esse sistema, são aqueles que não querem nem pensar na morte porque para eles o importante é viver bem, é aproveitar... Se você pensa assim, significa que não conhece o Evangelho.


"As coisas metafísicas são infinitamente mais importantes porque são eternas."


É o mundo físico que vai nos ensinar como funciona o metafísico, então ao lermos ‘Hebreus 11’ deparamos, com a palavra grega equivalente a “emunah”.


“Emunah” é a palavra hebraica para fé e esperança, que no grego tem uma pequena discrepância, inclusive em ‘I Coríntios 13.13’ “três coisas, são maiores; fé, esperança e amor, e a maior delas é o amor”...


Veja que Paulo distingue fé, esperança e amor, mas, na verdade fé e esperança vem da mesma raiz “emunah”. De modo que se eu disser, que creio e espero, vem do mesmo radical é a mesma coisa.


E o que é que temos sobre emunah em ‘Hebreus 11.1’; “ora a emunah é o firme fundamento das coisas que te esperam ou que você espera por elas, e a prova das coisas metafísica”. Das coisas que não se veem, das coisas que nós achamos que não existem mas, elas podem existir, basta que confiemos a tal ponto de esvair-se de nós, toda critica, toda dúvida e que nos entreguemos absolutamente para materializar e para tornar real aquilo que queremos ou desejamos.


O ateu consegue coisas em sua vida, que o dito crente não consegue entender, mas, o ateu ele recebe e confia. Como o ateu pode crer se ele é ateu?


O que acontece é que a religião, principalmente a cristã ensina que a “Fé” é uma coisa só. Fé nos sinais, nas maravilhas, na igreja, no pastor, padre, papa, na missa, na Bíblia, na revelação, no dogma, na história, na autoridade espiritual tudo é fé para o sistema religioso.


Sendo que fé em JESUS CRISTO, DEUS, ESPÍRITO SANTO, Fé para Salvação, Céu, Vida Eterna é outra coisa, mas a religião afirma que é a mesma coisa, e não é... É aí que mora um dos grandes problemas de pertencer a algum grupo desse sistema.


Porque é dessa ideologia, desse sistema, que sai o Caminho Largo, aonde muitos, quase todos no original, conduzem e são conduzidos à ruína e perdição, porque lá naquele caminho, o que as pessoas aprenderam é ser, ter e poder, elas aprenderam, que ser espiritual é ser místico.


“A tua fé te salvou.”; “Seja conforme tu desejas, a tua fé te salvou.” E a pessoa alcança aquele objetivo e fica feliz e aí você acha que é um sinal e que a tua denominação e religião é do SENHOR, e que os teus caminhos são bons, que ELE está feliz com você, porque você não o vê e nem o ouve.


E assim vemos bilhões de pessoas, num Caminho Largo, de uma tríade que esta prestes a fechar um acordo; “Crislã e Judeus”. Só essa tríade de religiões, judaísmo, cristianismo e islamismo já dominam 5 bilhões de pessoas pelo menos. Daí pensamos; então existem 2 bilhões que estão no Bom Caminho! Infelizmente não é bem assim, existem tantas outras vertentes de outros sistemas, subsistemas desse sistema mãe.


Onde tiver dinheiro e materialismo de João Calvino, de Lutero ali não está o SENHOR; porque é impossível servir a dois senhores...


O cristianismo que era para ser a parte do Caminho Largo, menos agravante e distante do Evangelho, é na verdade aquele que é mais vendido e prostituído assim como foram os judeus no Velho Testamento.


Quatro mil anos os judeus prevaricaram a tal ponto do SENHOR os chamarem de prostituta, e agora, nós temos dois mil anos de um cristianismo prostituído. Um cristianismo que já começou com Judas, com aqueles falsos irmãos que perseguiam Paulo dentro das reuniões. Um cristianismo de Diótrefes, de Alexandre o Latoeiro. Um cristianismo que já no seu começo era terrivelmente refutado por Paulo em ‘II Coríntios 11’, mercenários que lá já existiam.


Essa é a explicação para o curandeirismo, simpatias, cirurgias espíritas, para os ex umbandistas que se tornaram pastores e fazem coisas extraordinárias, ciganos convertidos ao cristianismo e trazem do paganismo seus dons mediúnicos em prol do evangelho. E os crentes não sabem discernir e acham que aqueles sinais que emocionam, são prova de que o SENHOR está ali, é aí que nós temos uns dos maiores motivos para abordar esse tema.


Porque a verdade quando for falada, ela vai esmiuçar, absolutamente corações obstinados pelo sistema.


A emunah é a prova das coisas que se espera, mas é metafísico, vão além do físico, não vemos, e tudo começa na mente, ‘consciência’, ou alma, depois de estar na consciência você crê e confia, persevera e busca, e pode realizar.


Isso vai desde sinais, onde entra os dons e o SENHOR opera para que haja salvação, porque o que importa para ELE, é Salvação.


De modo que a Bíblia, com os princípios de fé emunah, nos mostra essa linha imaginária, é um livro reverenciado por todas as pessoas e dela se extraem livros de autoajuda. É da Bíblia fonte de inspiração para os maiores best sellers do mundo, dela sai os filmes mais inspirados que já fizeram e as histórias mais inesquecíveis. Ela é o Livro de Referências que inspira até as constituições do mundo.


Porque é na Bíblia que temos princípios que qualquer pessoa pagã, ateia, agnóstica, ou cristã que confiar no que está escrito, seguir os seus princípios, alcançará o que deseja, é a linha imaginária que DEUS determinou, não hoje, mas no Bereshit, no Principio; para que o mundo seja justo, uma linha estabelecida. E quem ultrapassá-la alcançará o que deseja.


Assim como a semente. Como o individuo irá pagar suas dividas, sustentar sua família se não plantar? Assim como o agricultor, se ele não plantar, não colherá. E muitas vezes mesmo plantando não colhe o que queria, porque vem à chuva e o sol, as pragas, mas ele precisa plantar, não pode desistir. Assim também é no mundo metafísico...


O SENHOR ensina o seu principio: “peça de todo o teu coração e se assim for, se estiver crendo de todo o seu coração; receberá.”


Alguns costumam pegar esses princípios determinados pelo SENHOR, e saem gritando nos templos, nas missas como se fossem glória dos homens os sinais realizados; como se fossem glória denominacional. Como se isso viesse deles, e esse principio servisse para confirmar que a sua fé religiosa está correta, mas estão enganados, não é bem assim.


Analisando ‘Hebreus 11’ “é a certeza de coisas que se espera”, o grego traduzido para certeza “upostasis” significa na realidade, você quer realizar, materializar o que começou na sua mente, no campo metafísico da sua alma, então creia...


...“a convicção de fatos que não se veem”, o termo grego agora é convicção, significa prova, demonstração convincente, convicção, certeza absoluta, sem duvida. E “fatos que não se veem” na verdade na tradução grega, nós temos um erro, o certo seria (pragma), ‘coisas’, é o que o escritor está querendo dizer, provavelmente Paulo; coisas celestiais, de mundo paralelos ao nosso, coisas espirituais que não vemos.


A prova disso está em ‘Hebreus 11.27’ que diz: “permaneceu firme como quem vê Aquele que é invisível”.


O que significa essas palavras? De tudo o que o SENHOR fez nós só vemos talvez 30% dessas coisas, que se materializam a ponto que nossos olhos físicos possam ver. Tudo que DEUS fez é perfeito e continuará perfeito até que ELE queira que acabe e que deixe de ser.


De modo que quando o homem escolheu errar, pecar, e que saiu do Jardim a natureza mudou, veja como a natureza está totalmente ligada ao SENHOR...


Agora imagine o mundo metafísico, senão é a mesma coisa!


Então não é interferência de DEUS. ELE interfere sim quando envolve Todo Seu Povo, ECHAD, quando envolve a Ekklesia Toda. ELE interfere para salvação. Mas, também interfere de uma terceira forma, só que não diretamente.


A sua terceira forma de interferir é o tempo que nós estamos vivendo antes do milênio, onde ELE mesmo reinará e interferirá diretamente, novamente. Agora ele interfere indiretamente através dos dons. Dons que ELE estabeleceu no principio da criação. A linha imaginária que não tem nada a ver, que não tem nenhuma relação com o Evangelho e com a Salvação; “aquele que crer será salvo”... Crer e ser salvo não é o que estou falando, esse assunto é algo distinto.


E compreendendo o que foi ensinado nesse grau a pessoa saberá discernir; como que as pessoas podem crer e receberem aquilo que desejaram sem serem salvas e como separar as duas coisas.


Os religiosos acreditam que esse ensino é apostasia. Mas, DEUS não habita em templo feitos por mãos humanas, os apóstatas são aqueles que estão nos templos; “porque formam convenções humanas, com coceiras nos ouvidos, não darão ouvidos a doutrina sadia do Evangelho”.


Farão de vocês comércio, igreja rica, cega, pobre e nu de verdades, ‘Apocalipse 3’ e tantos outros textos.


Eles acham que a apostasia está aqui fora, mas ela está dentro daqueles que pregam o Ter, Ser e Poder, proposto por Satanás em ‘Mateus 4 e Lucas 4’...


© 2020, by AKEL, fundador da Filosofia EX, since 2012.