Buscar

#144º de 777 ✅ A DEXTRA e a SEXTRA do HOMEM


“O AMOR e o ÓDIO é a única ortodoxia”.


Seu lado superior central "direito" é AMOR. Seu lado superior central "esquerdo" é ÓDIO...


No "plexo cardíaco" e ao seu lado direito na "Sefirot Chêssed", está a parte do Espelho Divino, o templo de carne. A expansão, a abertura, a aproximação, tolerância, doação e amor.


Todo altruísmo e toda lei de atração sem misticismos está neste lado direito central do nosso corpo templo.


Desse lado direito temos afetividade, empatia, condescendência, bom humor, doçura, pacificação e caridade. Do outro lado do corpo, do templo da árvore, na coluna da esquerda está a "Sefirot Guevurá". A emanação do rigor da contração, de afastamento. Seu lado direito emana amor, entra, recebe, preenche e te faz feliz e saudável. Mas o seu lado esquerdo emana ódio, é uma prisão mental que te torna uma pessoa hostil, rancorosa e doentia...


Quantos presos tem na cela do seu coração, no seu cárcere?

Feliz é o homem que ao olhar seu lado esquerdo não vê ninguém ali.


Nosso lado direito representa o “pombo” e o lado esquerdo “serpente”. Enquanto o lado direito incide amor, o esquerdo contrai ressentimentos. A ciência já prova através de pesquisas neurológicas que: os dois hemisférios cerebrais atuam juntos para comandar o corpo. Ora, a emoção e a razão precisam atuar juntas na dicotomização cerebral, portanto nossas ações de "Bem e Mal", "Amor e Ódio", provém de imiscuídos, razão e emoção, para que o homem jamais possa dizer que uma escolha sua foi sem pensar, sem consciência.


Um papa já tinha revelado que DEUS é Único e Dual. Clemente, Bispo de Roma, ensinava que DEUS governa o mundo com a mão direita (CHRISTUS), e com a mão esquerda, que é o Diabo, sua face iracunda e cruel... E assim também somos nós, no corpo dual, ‘dextra’ e ‘sextra’ o Espelho Divino, exatamente como disseram os profetas; com a mão dEXtra ELE fez os Céus (imatéria), e com a esquerda a Terra (matéria).


Por isso ELE morreu com os braços abertos, pendurado em uma cruz com cravos nas duas mãos e pernas. Como vaticinou o Bereshit 1111. ELE estava apontando para o fim do crivo da dualidade...


Nosso lado dEXtro aponta a bondade e perdão, o lado esquerdo o rancor e a severidade.


DEX vem de direita, direito, justiça, bondade e DEUS (DEI, FILIS DEI).


SEXTRA (sestra) vem de Diabo, demônio, severidade e injustiça. Se pesquisarmos o antônimo de DEXTRA encontraremos, demônio e Diabo.


Davi disse: “A misericórdia ‘CHESED’ e a severidade ‘GUEVURÁ’ se encontraram; a justiça e a paz se beijaram”... Justiça é o Mal, o esquerdo.


Do lado esquerdo do corpo vem o ódio, e do direito amor para o coração dicotomizado, subindo pela serpente até o cérebro que também é dicotomizado. Por isso diz as Escrituras; “Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre vossa ira. Não deis lugar ao Diabo (Mal)”. ‘Efésios 4’


É impossível conter a ira que mora em nós, mas alimentá-la é a revelação para DEUS de quem somos.


REVELARE


No budismo isso chama-se: “Caminho do Meio”, já Aristóteles denominava de “áurea mediocridade” na ciência, os cardiologistas chamam de “sístole e diástole”, as quatro cavidades (tetragrama), dois átrios ou aurículas e dois ventrículos (direito e esquerdo). Quando o coração bate o músculo cardíaco é contraído e o sangue sai (EX) essa é a sístole. Já quando o músculo relaxa, o sangue entra no coração até a próxima batida, essa á diástole. Sendo assim vemos a dualidade através da sístole e diástole, a dualidade de DEUS, pressão arterial baixa e pressão arterial alta.


Quando uma pessoa tem a consciência pesada dos seus erros tende a ser severa consigo mesma, escolhendo a dor, religiões severas, relacionamentos severos, fala de forma severa, ácida, revelando seu coração.


O mundo está apocalipticamente indo para a “IA”, e os robôs físicos ou virtuais precisarão agir para amar ou odiar as pessoas. Mas vale lembrar que o homem que é dual o robô não...


Eu vos digo “resista ao ódio, e ele fugirá de vós”...


Quando uma pessoa lhe ofende na família e nos círculos sociais chamando outros de herege e satanista só porque alguém tentou apresentar-lhe com amor a Verdade. Ela acha que venceu o Diabo, mas nunca enxergaram que o Diabo está dentro dela; o “ÓDIO”.


O ódio é negativo, seu lado esquerdo é negativo, pessimista... ELE guarda esse saldo e gera consequências de morte na matemática divina. O TETELESTAI, PER+DONARE está absolutamente relacionado ao ódio... O ódio é uma prisão, ele é interno, e a dívida fica cada vez maior, os juros são altos, cresce até exteriorizar doenças psicológicas e físicas.



SELÁ!“Os juros do Diabo, do Mal, são altos”.


Texto Original: “Tenham caráter e procurem a paz, sem a qual ninguém verá o SENHOR; tendo cuidado de que ninguém perca a chance de perdão do SALVADOR, por conta das raízes de amargura que brotam, perturbam e envenenam a muitos”. ‘Hebreus 12.14-15’


Nessa escolha compreende DEUS e Diabo, céu e inferno, salvação ou perdão. Quantos conhecem o Deus Religioso, o Deus Teológico, mas nunca enxergaram que DEUS é Amor, e que o Diabo é ódio. Se a pessoa tem ódio no coração, ela é do Diabo, é um Diabo!


A escolha entre amor e ódio tem ação e reação, como é a lei de “Carma”, com rehologramação e não reencarnação. Se o que uma pessoa sente por alguém te aprisiona, ciúme, possessão. Isso não é amor, isso é ódio transvestido de paixão...


SELÁ! O amor é uma boa prisão, pois você tem a chave do cárcere do coração, mas decide ficar ali por alguém. O ódio é ao contrário, é uma má prisão, pois você não tem a chave da cela do coração, e está preso ali pelo próprio ego.


Freud chama o ódio de “ego”, o ódio é nada mais do que pensar em si próprio. Quando só pensamos em nosso prazer estamos escolhendo o Diabo.


Ódio é o mesmo que ego. Ter, Ser e Poder é um delta que gera ódio.


O amor é a habilidade de fazer algo desprazeroso por alguém, pelo próximo. Aquilo que não lhe custa não lhe vale...


Para o ABSOLUTO só é contável o que você fez contra sua DOXIA. Agora lamentem comigo através dessa filosofia, o quanto que os religiosos estão enganados, porque só fazem aquilo que lhes gostam e lhe dão prazer.


Na “Matemática de DEUS” “adição, subtração, multiplicação e divisão” significam ‘galardão’, pagamento, remuneração. Saldo negativo ou positivo, é o que a Bíblia chama de Salvação.


SELÁ! Galardão é a Matemática de DEUS para chegar no resultado final.


Precisamos de galardão para termos salvação. Galardão não recebemos depois. Galardão é o pagamento agora. Depois é só Salvação...



O AUTOBENEFÍCIO X ALTRUBENEFÍCIO

O EU X SEU


Evoluído é o homem que consegue estender a mão direita para o seu próximo e até a mão esquerda que quer ficar presa e retraída pelo "eu", ele estende e vence o Diabo; como JESUS fez estendendo as duas na cruz.


O neurobiólogo SEMIR ZEKI criou um “circuito de ódio” onde descobriu que o Putâmen e Ínsula ativadas pelo ódio são as mesmas do amor romântico. Isto é, odiar é uma escolha egóica de não querer admitir seus erros (pecados)... Amar não é dizer que ama, mas, as palavras, o tratamento, é a prova de estar ali mesmo contra a verdade, contra sua verdade relativa.


Você deseja ser recompensado aqui, mas para DEUS só é contabilizado aquilo que você não é recompensado aqui. Porque é contra a sua vontade, sua DOXIA.


Não é ‘RETER’, é ‘CEDER’, não é o ‘EU’, é o ‘SEU’. Se quer saber quem está falando a verdade? Perceba se está falando o EU ou o SEU.


Quem não consegue fazer isso e agir dessa forma, age egoicamente, pensando em si, defendendo seus interesses, enganando a si mesmo, falando em amor, falando em DEUS, mas negando completamente não se arrepende de seus erros porque é egoísta, e por ego é hostil e cruel!


EGO é o mesmo que sem arrependimento, arrependimento dos pecados. Portanto sem salvação, sem vida eterna...


SELÁ! Os batimentos acelerados de um coração é um sinal na carne do homem do ABSOLUTO como prova de amor. Ame seus fraters e sors, sua esposa e esposo, filhos, família e próximos ao ponto do coração acelerar suas batidas... O frio na barriga...


Quando amamos de verdade, não queremos perder e se perdemos, vem o desespero, e depois a depressão... Separe um cachorro recém nascido de sua mãe: Ele chorará até dormir, depois vem a falta de vontade de interagir socialmente, perda de apetite, insônia e desinteresse por qualquer atividade.


Isso é amor! Você deveria sentir isso pela História da Cruz, pela sua vida, pelos seus “irmãos”, por sua família, por CHRISTUS, seu SALVADOR. Muitos dizem amar, esse é o caminho largo, todos fazem isso. Mas o amor verdadeiro, não hipócrita, compreende tudo que foi revelado.


SELÁ! No púlpito (altar) do corpo. A boca e os dedos da DAATH.

São proferidas muitas palavras de amor, mas é atrás do púlpito, no coração,

que estão as reais intenções do homem.


O coração é a pedra “viva” sobre a qual erguemos nosso templo interior ao decorrer da vida. Segundo a ciência pessoas eivadas de ódio não foram e/ou não são amadas.


A cura do ódio é o amor. Se uma pessoa dá ódio é porque não recebe amor, se alguém estiver eivado de ódio, só será curado pelo amor. E se não for curado recebendo amor, provou ser filho de Caim... Ao darmos amor ela se curará, mas se o ódio permanece logo não está enferma, ela é do mal.


SELÁ! Onde você vê amor, você vê DEUS. Onde você vê ódio, você vê Diabo.


Todos dizem amar. Então arranhe uma pessoa um pouquinho, como Jó foi por exemplo. O amor desaparece e o ódio surge, como num casamento. Quando temos ódio tudo em nossa volta é trevas, pois fechamos os olhos, estamos cegos.


A palavra hebraica para 1 (um) é ECHAD tem a mesma guematria 13, a mesma energia da palavra “Amor”: ACHAVAH 5+2+5+1=13


Essa palavra nasceu no proto-hebraico com o significado de “primeiro mandamento e depois sentimento”.


Amor não é sentimento, é mandamento. O sentimento é consequência emocional deste mandamento do Bem...


O amor é uma escolha racional, depois vem o sentimento emocional.


Isaac Newton, foi influenciado por um poderoso grego filósofo Empédocles, um dos autores sobre os 4 elementos, “fogo, terra, água e ar”.


O fogo representa a ambiguidade amor e ódio. Isaac Newton classificou o amor como força da atração, e o ódio como força da repulsão. Antes deles, a Tábua da Esmeralda de Hermes Trismegisto já havia classificado desta forma. Segundo Newton quando alguém suporta ouvir alguém diferente até o fim, senta com os contrários, quando pensa diferente com respeito elegância. Isso é amor, a capacidade de estar junto, mas quem se isola, não resiste, não suporta, desliga, desdenha, é porque está cheio de desamor e ódio.


O amor é a capacidade de dialogar, de ouvir, pensar diferente com respeito, na hora oportuna e de forma elegante.


As pessoas que não vencem seu Diabo, costumam nos classificar como “Donos da Verdade”, a fim de desdenhar para fugir da responsabilidade de encarar os fatos, a realidade contrária à sua tradição aprendida.


Se eles realmente fizessem isso por amor, jamais colocariam espadas no pescoço daqueles que ameaçam seu conforto. É daí que a teologia envenena pessoas nos chamando de Marcião, por exemplo, ou maniqueístas, gnósticos, cabalistas a fim de desdenhar. Todos esses grupos estão anos luz de distância da nossa doxia e ortodoxia.


Marcion em 144 DC pregou o dualismo falando em dois deuses, e que o Velho Testamento era do Mal, o Novo Testamento do Bem. Vê, assim como o maniqueísmo, eles pregavam dois deuses, como pregam hoje os evangélicos e desigrejados que acreditam ainda na falsa briga do Bem e do Mal...


SELÁ! O amor e o ódio, não brigam, o Bem e o Mal não brigam, eles estão opostos e parados esperando sua escolha! É você quem briga por eles...


O bispo cristão que introduziu a “heresia marcionita” pregava um DEUS Mau e um DEUS Bom eles estavam assim como o maniqueísmo, tentando ver a luz, assim como os gnósticos, mas, nunca entenderam a Verdade.


Hereges não pregam JESUS, não pregam Salvação e Reino. Hereges pregam o ódio, pregam divisão, condenam pela Bíblia Sagrada (Lei). Hereges são os que expulsaram eles, condenaram à forca, fogueira e apedrejamento, tanto amor temos nós que somos da Luz que jamais os condenaríamos por filosofar.


Os bíblias desigrejados e igrejados da época condenavam os samaritanos, cuspiam no chão, tiravam as crianças de perto, atravessavam a rua eram chamados de hereges, pagãos, seita, cismáticos, e filhos do diabo. O que é que JESUS fez para os samaritanos? ELE os ama, os abraça, senta com eles, aponta o Caminho para eles, elogia eles. (O Bom Samaritano).


Em ‘Mateus 10.5’; ‘João 4.39’ e ‘Atos 8.25’ diz que somente os samaritanos conseguiam entender sua mensagem... Em ‘Lucas 17.16’ diz que de dez leprosos purificados apenas 1 (um) voltou para ‘agradecer’; agradecer é amor. E o único que voltou para agradecer era um samaritano! O herege, o pecador, que os religiosos olhavam e diziam falsamente: “Que DEUS tenha piedade de você”... Arrependa enquanto há tempo, pecador!


Mas é mais do que isso... o contexto diz: JESUS lhes disse: “vão mostrar se aos sacerdotes”... Mas, enquanto eles iam foram purificados... Um deles, quando viu que estava curado louvou a DEUS em alta voz... Prostrou se aos pés de JESUS e lhe agradeceu este era um samaritano. JESUS perguntou: “Não foram purificados todos os dez? Onde estão os outros nove? Não se achou nenhum que voltasse e desse louvor a DEUS, a não ser este estrangeiro. Então ELE lhe disse: “Levante-se e vá a sua fé o salvou”...


Em ‘Lucas 10.29-36’, amor não estava no mestre da Bíblia, não estava no levita da Bíblia, mas estava com o “pagão” samaritano que socorreu um judeu irmão, um fráter ferido, o único que estava sem uma Bíblia nas mãos, socorreu e amou...


Na cruz todos que pediam, sua crucificação eram religiosos do templo, com pergaminhos nas mãos, gritando “matem-o” com a pior morte... “Mas não tinha nenhum samaritano pedindo sua morte”! Nenhum!...


Numa pesquisa científica quântica quando os pesquisadores sentiram gratidão e amor, o DNA respondeu com a pacificação dos filamentos, eles relaxaram, se esticaram, mas quando sentiram raiva, ódio, o DNA respondeu comprimindo se, tornando-se mais curto e apagou partes do Código Fonte. Pacientes com HIV foram experimentados e eles aumentaram sua imunidade em 300.000x quando sentiam amor e gratidão.


A cura não está na oração dogmática ritualística, litúrgica e sacrificial, ela está no AMOR!


O AMOR cura a depressão, cura o câncer, cura os medos, cura as escolhas, cura a vida...



O AMOR é a cura...O AMOR é o próprio YAH! A cura do corpo e a cura da alma!



© 2020, by AKEL, fundador da Filosofia EX, since 2012.